Goiânia Music Festival : Anitta, Naiara Azevedo e Hungria,

14:03 0 Comments A+ a-


Data: 9 de dezembro (domingo)
Local: Atlanta Music Hall
Horário: Das 16h às 1h
Ingresso: a partir de R$ 70,00

Mais informações: www.goianiamusicfestival.com.br


O Goiânia Music Festival, uma sunset para quem ama funk, axé, hip-hop, pop, sertanejo e música eletrônica, será realizado no dia 9 de dezembro, a partir das 16h, no Atlanta Music Hall. 

Quem chega para o pôr-do-sol de domingo, vai assistir ao vivo as goianas do MaLuê, o vozerão da sertaneja Naiara Azevedo, os sucesso da poderosa Anitta, o rap do Hungria, o funk pop de Caio Dias e a performance na música eletrônica com OnFire Music.

Serão nove horas de música, arte e gastronomia, com flash tattoo, maquiagem artística, espaço com food trucks, grafites ao vivo com o artista Job Bento, além de shows com cantores e Djs badalados do momento.

Quem também vai agitar as pistas do Goiânia Music Festival são os DJs Stanka e Renato Borges.

Fonte: A Redação

Comerciantes se antecipam à aprovação de lei e limpam fachadas de imóveis no Centro de Goiânia

13:56 0 Comments A+ a-


Comércios que eliminam fachadas publicitárias e valorizam arquitetura do imóvel são realidade ainda pequena na região central de Goiânia

Apesar de serem uma minoria, alguns empresários do centro histórico de Goiânia não esperaram a aprovação leis de incentivos para valorizarem os imóveis em que os comércios se encontram e promover uma despoluição visual pontual, mas de impacto. São poucos estes estabelecimentos, mas suas iniciativas causam impacto na região em que estão localizados. O POPULAR encontrou pelo menos quatro casos em que as mudanças foram maiores até do que as previstas em projeto de lei do programa Reviva Goiânia, encaminhado pela Prefeitura para a Câmara Municipal no mês passado. Neste projeto, o executivo municipal visa regular os engenhos publicitários dos comércios.

Um dos estabelecimentos que investem há mais tempo na valorização do imóvel é a Farmácia Artesanal, que funciona no centro há 30 anos e em 2012 resolveu mudar toda a fachada. “A fachada do prédio era toda tampada com faixas, assim que retiramos, vimos que tinha uma arquitetura bonita e a Art Déco foi o que chamou muita atenção”, conta o farmacêutico e diretor geral do estabelecimento, Evandro Tokarski, de 63 anos. “Sempre achei muito bonito. Quem não tem um passado não constrói o futuro.” Ele diz que a motivação para a reforma veio da vontade de valorizar o patrimônio original. A “reinauguração” ocorreu no mês de aniversário da capital.

A proposta de recuperação arquitetônica incluiu também a requalificação da calçada e a estratégia de sinalização da fachada. “Escolhemos letreiros de dimensões reduzidas de forma a preservar a visualização do imóvel e a contribuir com a limpeza visual da cidade”, explica a arquiteta Janaína de Castro, responsável pelo projeto. Ela já acompanhou outras obras do tipo desenvolvidas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). “Fomos motivados pela real necessidade que existe na área de preservação da história da capital goiana e pelo desejo de disponibilizar esse patrimônio para a comunidade em geral”, destaca Tokarski.

A comerciante Flávia Alessandra de Morais, de 42 anos, também resolveu investir na valorização do imóvel onde fica sua loja de roupas e acessórios, na Avenida Anhanguera. Ela e a sócia vêm fazendo mudanças no estabelecimento há algum tempo. “Nós precisamos nos adequar até mesmo ao estilo que nossa loja propõe, já que a gente atende um público mais preocupado com essas questões históricas. Sem contar a parte estética”, explica. Flávia diz que não coloca placas na calçada e nem enche as paredes de anúncio. Segundo ela, os clientes que frequentam sua loja estão atrás de peças de qualidade e não é qualquer tipo de publicidade que os atrai. “Vale a pena.”

Tokarski afirma que chegou a apresentar o projeto de revitalização à Prefeitura e que, na época, não houve nenhum interesse de apoio da administração. Segundo ele, o investimento financeiro feito na reforma foi compensado pelo retorno “muito bom” do público. “As pessoas no dia da inauguração vieram vestidas a caráter da época de 1945 e sempre loja elogiam a loja”, relembra. “Essa área do Centro era uma área muito nobre, tinha a feira coberta com uma beleza espetacular. Lamento que nossa iniciativa na época não encorajou outros comerciantes.”

Sindicato diz que cada caso deve ser avaliado

O vice-presidente do Sindicato do Comércio Varejista no Estado de Goiás (Sindilojas-GO), José Carlos Palma Ribeiro, afirma que a questão da despoluição visual no comércio de rua tem sido muito debatida, mas ainda espera que os vereadores ao analisarem o projeto de lei do programa Reviva Goiânia busquem defender “não só a cidade, mas o desenvolvimento”.

“Temos que analisar casos diferentes. De fato temos prédios com fachadas históricas, mas tem muitos que não são assim. Na Rua 8, tiraram os letreiros e logo picharam toda a fachada”, conta Ribeiro. Contudo, segundo ele, os comerciantes afirmam ter interesse em se adequarem à lei.

É o caso do gerente de uma filial de loja de enxovais na Avenida Araguaia, Geverson Ramiro. Ele lamenta a perda de visibilidade publicitária das fachadas, mas garante que vai seguir as normas. “A redução no tamanho das fachadas causaria um impacto, porque nossa fachada é bastante imponente”, diz.

De acordo com o projeto, será isento por um ano de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) quem regular a fachada do imóvel e por dois anos quem ainda reformar e pintar o prédio. A Secretaria Municipal de Planejamento Urbano e Habitação (Seplanh) explica que, a proposta de isenção de dois anos do imposto foi do setor empresarial e a pasta adicionou a ressalva de reformar o edifício. A expectativa é que o projeto de lei seja aprovado ainda este ano e até o final de 2019 todas as fachadas estejam revitalizadas. Se aprovado, os comerciantes têm até essa data para se adequarem a nova lei, cujas multas variam entre R$ 500 e 2 mil.

A intenção das mudanças, segundo a pasta, é valorizar o Núcleo Pioneiro da capital, que é definido em lei federal e abrange todo o Setor Central, parte da Avenida Anhanguera e do Setor Campinas, na região da Avenida 24 de Outubro e Praça Joaquim Lúcio.

Árvore de Natal de 15 metros é inaugurada no Parque Vaca Brava, em Goiânia

13:52 0 Comments A+ a-


Árvore de Natal de 15 metros feita com garrafas pet é inaugurada no Parque Vaca Brava, em Goiânia. Foram usados 60 mil recipientes plásticos recolhidos durante a limpeza diária das ruas e córregos da capital.

A Prefeitura de Goiânia inaugurou na noite deste domingo (17) uma árvore de Natal de 15 metros feita totalmente com garrafas pet, instalada no Parque Vaca Brava. O material usado na confecção é resultado da limpeza diária das ruas e até de córregos que passam pela capital.

Foram utilizadas 60 mil garrafas plásticas para construir a decoração de natal. Ela fica no meio do lago do parque. Uma base flutuante, formada por 60 tambores de 50 litros, dá sustentação à estrutura. A árvore é coberta de luzes, com alcance de 100 metros de luminosidade.

Além disso, a prefeitura está instalando no parque anjos, caixas de presente e uma garrafa com duas taças de champanhe, tudo feito com as garrafas pet. Cerca de 40 funcionários da Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg) participaram da iniciativa.

Fonte: G1 Goiás

Atrações de Natal seguem até dia 25 na Praça Cívica, em Goiânia

13:45 0 Comments A+ a-


Decoração especial, apresentações culturais e o Papai Noel podem ser visitados no Centro da capital

A programação do Show de Natal, na Praça Cívica, em Goiânia, foi aberta nesta sexta-feira (30) com a presença do Papai Noel e exibição do Coral Infantil do Instituto de Educação em Artes Gustav Ritter, que apresentou uma cantata. 

Neste sábado (1°) está programada a apresentação do Coral Jovem de Goiânia, da Igreja Adventista do Sétimo Dia Central de Goiânia com canções natalinas. Para este domingo (2), a Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), promotora do evento, agendou apresentação da Cia de Teatro Senhoras do Cerrado, com o espetáculo Brasilidade. 

A praça está decorada com Pinheiros de tamanhos variados que ganharam arranjos com luzes e figuras representativas dos símbolos natalinos, presépio e casa do Papai Noel, que podem vistos até o dia 25, entre 19 horas e 22 horas.