Novo Shopping: Hiper Moreira inicia projeto de expansão e anuncia shopping

12:02 0 Comments A+ a-


Grupo abrirá mais oito lojas, construirá uma usina fotovoltaica e transformará sua sede, no Setor Coimbra, em centro de compras com lojas e cinema 

Com 34 anos de história no ramo supermercadista, o goiano Hiper Moreira retoma um ousado projeto de expansão, que incluirá a abertura de mais oito lojas, a construção de uma usina fotovoltaica e uma ampla reforma nas instalações do hipermercado, no Setor Coimbra. Dentro de poucos anos, o local será transformado num centro comercial, que abrigará um shopping center, com espaço para 100 lojas, cinemas e praça de alimentação. Os investimentos previstos devem atingir os R$ 180 milhões.

A empresa iniciou suas atividades como um pequeno armazém, numa área de 400 metros quadrados, que ocupava uma pequena ponta da atual área de 25 mil metros quadrados. Foram 11 anos como armazém. Só depois de 31 anos no mercado, o Hiper Moreira iniciou seu processo de expansão, com a abertura de duas novas lojas: uma em 2014 e outra em 2015, ambas na Avenida T-63. O presidente Agnaldo Moreira continuou o trabalho do pai, Manoel Moreira da Costa, sempre crescendo de forma sustentável. “Quando inauguramos o hipermercado, já foi um passo grande na época”, lembra Agnaldo. Ele conta que o crescimento ocorreu sempre atento ao desempenho da economia brasileira.

De 2009 para cá, a empresa aprimorou seus processos e passou por auditorias. A ideia era crescer de forma estruturada, já que a política e a economia do País sempre foram cercadas de incertezas. Segundo Agnaldo, o projeto inicial era continuar a expansão com a abertura de mais uma loja em 2016 e outra em 2017, mas os planos acabaram adiados por causa da crise. “Nossa empresa é conservadora e não dá um passo maior que as pernas”, ressalta o empresário.

Continuidade
Agora, mais confiante numa futura retomada da economia e ciente da importância de seu papel na geração de mais empregos, a empresa dará continuidade ao projeto. O processo de expansão será gradual. A próxima loja, que já está em fase de aprovação de projeto, será aberta na região do Alphaville. Logo em seguida, outra deve ser inaugurada na Avenida T-4, na região do Alto Bueno. Segundo Agnaldo, as duas devem iniciar as operações ainda no primeiro semestre de 2018 e vão gerar cerca de 160 empregos diretos.

A localização das outras seis lojas ainda está sendo definida. Porém, o empresário informa que todas devem ser inauguradas até 2020. Segundo ele, algumas das novas unidades terão formato de lojas de vizinhança e outras de supermercado. Quando todas estiverem funcionando, serão 1 mil novos empregos gerados pela empresa, que já emprega outros 1 mil trabalhadores em Goiânia.

As obras do shopping começam em 2018. A primeira etapa será construída em cima do atual hipermercado, que passará a ter somente um piso térreo ampliado. A área bruta locável (ABL), na primeira fase, terá 7 mil metros quadrados. A segunda fase será construída num quarteirão lateral, onde hoje funciona um estacionamento do hipermercado. As duas áreas serão interligadas por estacionamentos no subsolo e também por uma estrutura suspensa sobre a rua. Todos os estacionamentos serão subterrâneos.

Com isso, a área total do empreendimento atingirá os 43 mil metros quadrados, sendo 25 mil de ABL. De acordo com Agnaldo, a expectativa é que a primeira etapa do centro de compras comece a funcionar no primeiro semestre de 2019. “Estamos buscando no mercado várias novidades em entretenimento para as famílias goianienses, além de um mix de loja que atenda as novas necessidades do consumidor”, garante. No futuro, uma terceira área será incorporada ao projeto.