Goiânia tem a bandeira do Brasil mais alta do mundo no topo de um edifício

12:07 0 Comments A+ a-



Hasteada no alto do Órion Business & Health Complex, o prédio mais alto do Brasil com 191,48 metros de altura, essa bandeira pode ser vista de diferentes pontos da cidade

A bandeira do Brasil, o mais conhecido entre os cinco símbolos nacionais que incluem o hino nacional, laço nacional, selo nacional e o brasão das armas, completa 128 anos neste domingo (19). A proximidade da data com a da proclamação da República (15 de novembro) não acontece por acaso. Assim que o império foi destituído, em 1889, o então presidente Marechal Deodoro da Fonseca publicou um decreto oficializando o desenho da flâmula que continua praticamente o mesmo. Só foram aumentados, em 1992, o número de estrelas para ficar condizente com o atual número de unidades federativas. Passou de 21 para 27 estrelas.

Bonita, colorida e alegre, a bandeira nacional representa o orgulho de pertencer à nação brasileira e é usada manifestações patrióticas oficiais e particulares. As cores oficiais da bandeira brasileira são o verde, amarelo, azul e branco, com a frase "Ordem e Progresso". Originalmente, simbolizavam as cores das casas reais da família de D. Pedro I, sendo o verde a cor símbolo da casa real dos Bragança e o amarelo da casa real dos Habsburgo. No entanto, ao longo dos anos os brasileiros associaram outros significados para cada uma das cores: "branco", significa o desejo pela paz; "azul", simboliza o céu e os rios brasileiros; "amarelo", simboliza as riquezas do País; e "verde", simboliza as matas (a rica floresta brasileira). A frase "Ordem e Progresso" foi baseada nos estudos do filosofo francês fundador do positivismo, Augusto Comte. No dia 11 de maio de 1992 a bandeira brasileira passou a ter 27 estrelas (formato atual), inserindo os estados do Amapá, Tocantins, Roraima e Rondônia. 

Um dos casos mais recentes de uso privado é o do Órion Business & Health Complex, o edifício mais alto do Brasil já concluído, que possui 191,48 metros de altura. Há menos de um mês o prédio passou a  ostentar a bandeira do Brasil, que pode ser vista a mais de 10 quilômetros de distância, de diferentes pontos da cidade como o Aeroporto de Goiânia, o Morro do Além, o campus Samambaia da Universidade Federal de Goiás (UFG) e o Jardim Goiás. A bandeira, que tem 5,85m altura por 8,35m largura, fica no topo do arranha-céu. Lá do alto, é possível avistar a cidade a até cerca de 30 quilômetros de distância.

Segundo o diretor da FR Incorporadora, uma das quatro empresas do consórcio responsável pelo empreendimento, João Artur Rassi, a bandeira do Órion é “a bandeira do Brasil permanente mais alta no topo de um edifício (em relação ao solo) em todo o mundo”. O empresário destaca ainda que a iniciativa de colocar uma bandeira no topo do edifício do Brasil sempre foi a de “mostrar que temos orgulho de ser brasileiro e que continuamos acreditando e investindo no País”.

Leis e normas
Para seguir a Lei nº 5.700, de 1 de setembro de 1971, que trata da apresentação e uso dos símbolos nacionais, e as normas estabelecidas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) sobre fabricação da bandeira, o Órion encomendou exemplares a uma empresa especializada e homologada na fabricação de bandeiras oficiais. “Inicialmente compramos três para termos reposição em estoque”, contou o também sócio do empreendimento, Frank Guimarães Vaz de Campos.

Símbolo de inovação tecnológica, o Órion Business & Health Complex também traz novidades no sistema de subida da bandeira nacional, que é automatizado e tem elevação e descida acionada remotamente. “O mastro da bandeira permite que ela gire livremente em 360 graus, conforme a direção do vento. O sistema da bandeira resiste a ventos de até 180 quilômetros por hora”, conta Artur Rassi.

A haste de elevação também tem um sistema de iluminação acoplado que mantém a bandeira sempre iluminada. Acima da bandeira e do sistema de mastros há um farol de iluminação para aeronaves em cor branca, pois tem mais de 150 metros de altura. Abaixo de 150 metros teria de ser vermelho.