19 de outubro de 2016

Governo federal repassa recursos para a Saúde em Goiás


O Ministério da Saúde assinou na manhã desta quarta-feira, dia 19,  portarias que destinam recursos federais para Unidades de Pronto Atendimento (UPA´s) que vão  beneficiar  seis municípios goianos. As portarias repassam R$ 13,8 milhões para seis entidades filantrópicas, incluindo hospitais e santas casas, no valor anual de R$ 4,5 milhões, e de quatro UPA’s, cujo custeio com recursos federais será de R$ 9,3 milhões por ano. Também serão enviados R$ 3,6 milhões em emendas para entidades assistenciais de saúde.

Em Goiás, serão beneficiadas as seguintes unidades: UPA´s e entidades filantrópicas de Goiânia, Aparecida de Goiânia, Anápolis, Rio Verde, Goianésia e Luziânia, além do Centro de Reabilitação e Readaptação Henrique Santillo (CRER). O secretário de Saúde, Leonardo Vilela, explicou que os recursos são repasses adicionais, que não existiam anteriormente e que a partir da assinatura da portaria passarão a ser regulares: “As instituições receberão mensalmente esses valores. Todas as unidades têm serviços específicos que já foram analisados e aprovados pelo Ministério da Saúde”.

Melhorar a qualidade
Durante a solenidade o governador Marconi Perillo afirmou que o governo federal demonstra empenho para elevar a qualidade dos serviços de Saúde no país. “O que o Ministério demonstra hoje é esse compromisso republicano para elevar a área da Saúde a um patamar muito alto, para melhorar a qualidade do serviço um dia importante para a Saúde e das pessoas que precisam de atendimento público. Sei que esse valor é fruto de uma gestão eficiente e das economias que estão sendo feitas no Ministério de Saúde”, ressaltou o governador ao representante do Ministério, na solenidade, o secretário de Gestão, Rogério Abdalla.

Abdalla disse que os recursos são frutos de uma economia de R$ 1 bilhão que o Ministério da Saúde realizou nos primeiros 100 dias da nova gestão comandada pelo ministro Ricardo Barros. “Fizemos uma reforma administrativa, cortamos cargos, reduzimos gastos e negociamos com os laboratórios os custos dos medicamentos. Em todo o país, 2.216 entidades filantrópicas serão beneficiadas com a garantia de repasse de R$ 371,9 milhões por ano. Essas unidades são responsáveis por 43% das internações que ocorrem no país”, afirmou.

Presente no evento, o prefeito de Aparecida de Goiânia, Maguito Vilela, comemorou os recursos do Ministério para o município. “Aguardávamos essa participação do governo federal. Já estamos com duas UPA´s funcionando 24 horas por dia. E nos próximos dias será inaugurada mais uma. E estamos concluindo também o Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia, que vai beneficiar Aparecida, Goiânia e também o Estado,” disse.

Participaram da solenidade representantes das santas casas de Goiânia e Anápolis, o secretário de Saúde de Goiânia, Fernando Machado, e o secretário de Saúde de Anápolis, Luiz Carlos Teixeira.