16 de março de 2016

Nomeação de Lula foi para evitar possível prisão, revela grampo da PF



Conversa foi gravada na tarde desta quarta-feira e revela possível manobra do governo para evitar a Lava Jato

O juiz federal Sergio Moro quebrou o sigilo da 24 fase da Operação Lava Jato e incluiu no inquérito uma conversa telefônica entre o ex-presidente Lula e a presidente Dilma Rousseff, na qual ela diz que encaminhará a ele o "termo de posse" de ministro.

Na conversa, gravada nesta quarta-feira às 13h32, Dilma diz a Lula que o termo de posse só seria usado "em caso de necessidade".

 Os investigadores entenderam o diálogo como uma tentativa de Dilma de evitar uma eventual prisão de Lula. Com o termo de posse como ministro em mãos, ele ficaria livre da prisão, uma vez que ministros detêm foro privilegiado.

Confira a transcrição da conversa:

DILMA: Alô.
LULA: Alô.
DILMA: LULA, deixa eu te falar uma coisa.
LULA : Fala querida. "Ahn"
DILMA : Seguinte, eu tô mandando o "BESSIAS" junto com o PAPEL pra gente ter ele, e só usa em caso de necessidade, que é o TERMO DE POSSE, tá?!
LULA : "Uhum". Tá bom, tá bom.
DILMA: Só isso, você espera aí que ele tá indo aí.
LULA : Tá bom, eu tô aqui, eu fico aguardando.
DILMA: Tá?!
LULA : Tá bom.
DILMA: Tchau
LULA : Tchau, querida

Fonte: Jornal O Hoje