3 de fevereiro de 2016

Goiânia é a capital mais desenvolvida do Centro-Oeste e a 6ª do Brasil


No ranking geral, a cidade é a 265ª colocada

De acordo com o Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM) de 2015, Goiânia é a capital mais desenvolvida do Centro-Oeste e a 6ª do Brasil.  No ranking geral, a cidade goiana é a 265ª melhor cidade.O levantamento foi publicado no jornal o Estado de São Paulo neste final de semana.

A capital goiana foi classificada com IFDM consolidado de 0,8209 ficando à frente de Brasília (0,7624), Cuiabá (0,7984) e Campo Grande (0,8195). O índice varia de 0 a um ponto e acompanha o desenvolvimento socioeconômico dos mais de cinco mil municípios do país, avaliando as condições da educação, saúde, emprego e renda dos municípios. Esta versão do estudo considera dados oficiais de 2013.

O IFDM foi criado em 2008 e é feito com base em estatísticas públicas oficiais disponibilizadas pelos ministérios do Trabalho, Educação e Saúde. Desde 2014, a metodologia busca padrões de desenvolvimento encontrados em países desenvolvidos, utilizando-os como referência para os indicadores municipais.

Segundo o prefeito de Goiânia, Paulo Garcia, obras como o BRT Norte-Sul e o Programa Urbano Ambiental Macambira Anicuns (Puama) contribuem para Goiânia ser a capital mais desenvolvida do Centro-Oeste. “Estamos constantemente movimentando a economia. Estamos aplicando de forma planejada o valor de R$ 1 bilhão em 60 obras de infraestrutura, meio ambiente, educação e saúde”, disse. 

“Neste ano de 2016, dos R$ 5,2 bilhões previstos como receita, mais de 23% serão aplicados em investimentos. Em cifra, isso representa mais de R$ 1,2 bilhão direcionados a projetos como melhoria na mobilidade urbana coletiva, ampliação de unidades escolares e obras habitacionais”, explicou Paulo Garcia.


Confira o ranking das capitais: 
1 - Curitiba (PR) - Com IFDM de 0,8618, a cidade paranaense é a 45ª no ranking nacional.

2 - São Paulo (SP) - Com IFDM de 0,8492, a capital paulista está na 98º posição no ranking nacional.

3 - Vitória (ES) - Com IFDM de 0,8421 a capital capixaba está no 135º lugar no ranking nacional.

4 - Florianópolis (SC) - A cidade catarinense tem 0,8339 e está na 170ª colocação geral.

5 - Rio de Janeiro (RJ) – Com 0,8281, a capital fluminense é o 210º melhor município no ranking geral.

6 - Goiânia (GO) - Com 0,8209, Goiânia é a capital mais desenvolvida do Centro-Oeste e a 6ª do Brasil; no ranking geral, a cidade goiana é a 265ª melhor cidade.

7 - Campo Grande (MS) - Com 0,8195 Campo Grande ocupa a 277º colocação no ranking geral.

8 - Belo Horizonte (MG) - Com 0,8135; a cidade mineira é a 318ª no ranking geral.

9 - Cuiabá (MT) - A capital mato-grossense com 0,7984 figura na 446ª posição no ranking geral. 

10 - Porto Alegre (RS) - Com 0,7928; a cidade gaúcha é a 500ª melhor colocada na lista de todos os municípios.

11 - Palmas (TO) – A cidade tem IFDM de 0,7876 e está na 562ª posição geral.

12 - Teresina (PI) -  Com 0,7813 Teresina é a 647ª melhor cidade no ranking geral. 

13 - Recife (PE) -  Com 0,7775; o município pernambucano é o 684º do País.

14 - Brasília (DF) - Brasília tem IFDM de 0,7624, o que a coloca na 889ª colocação entre todos os municípios brasileiros.

15 - São Luís (MA) - A capital do Maranhão está na 898ª posição, com 0,7618. 

16 - Natal (RN) - Com 0,7583, o município potiguar é o 959º no ranking nacional.

17 - Boa Vista (RR) - Com 0,7561, a cidade ocupa a 992ª posição ranking geral.

18 - João Pessoa (PB) - A cidade da Paraíba tem IFDM de 0,7525 e está em 1047º no ranking nacional.

19 - Fortaleza (CE) - Com 0,7410; Fortaleza é o 1238º município considerando todas as cidades brasileiras.

20 - Rio Branco (AC) - No ranking geral de municípios é o 1279º, com 0,7386.

21 - Aracaju (SE) -  Aracaju tem IFDM de 0,7264 e está na 1514º no ranking.

22 - Porto Velho (RO) - Com 0,7257; a capital de Rondônia é a 1533ª melhor colocada entre todos os municípios do País.

23 - Salvador (BA) - Com 0,7160, Salvador, na Bahia, é considerada a 5ª capital menos desenvolvida ou a 2ª pior do Nordeste; no geral, é a 1704ª melhor do Brasil. 

24 - Maceió (AL) - De acordo com o ranking da Firjan, Maceió é a capital nordestina menos desenvolvida, com 0,7065; a cidade alagoana aparece na 1886ª posição do País.

25 - Manaus (AM) - Outra da Região Norte entre as três piores é Manaus, no Amazonas, com 0,6985, na 2030ª colocação geral.

26 - Belém (PA) - A segunda menos desenvolvida é Belém; a capital do Pará é considerada a 2064ª cidade na lista completa, com 0,6967.

27 - Macapá (AP) - Com IFDM de 0,6860, Macapá, no Amapá, é a capital brasileira menos desenvolvida; no ranking geral, a cidade aparece na 2284ª posição.

Fonte: A Redação