24 de janeiro de 2016

Estádio Serra Dourada está pronto para o Goianão


Estádio passa por adequações estruturais e tem campo reduzido, por exigência da Fifa, para disputa do campeonato estadual que começo no próximo dia 30 de janeiro

Depois do imbróglio jurídico sobre a interdição do Serra Dourada para os jogos do Goianão, o estádio finalmente foi liberado. Enquanto se discutia na Justiça a falta dos laudos técnicos – uma exigência legal, conforme o Estatuto do Torcedor –, a praça esportiva passava por adequações estruturais para a disputa do Campeonato Goiano. A principal delas foi a redução das medidas do campo visando atender as normas da Federação Internacional de Futebol (Fifa).

Além do Serra Dourada, o Goianão 2016, que começa no próximo final de semana com a disputa de cinco partidas, terá jogos em mais oito estádios: Onésio Brasileiro Alvarenga (Vila Nova), Serrinha (Goiás), Jonas Duarte (Anápolis e Anapolina), Anníbal Batista de Toledo (Aparecidense), Abrão Manoel da Costa (Trindade), Valdeir José de Oliveira (Goianésia), Genervino da Fonseca (Crac de Catalão) e JK (Itumbiara).

Após o último jogo disputado no ano passado – Goiás 0 x 1 São Paulo, no dia 6 de dezembro –, o Serra Dourada teve o tamanho do gramado reduzido. Além desta iniciativa, a  Agência Goiana de Transporte e Obras Públicas (Agetop), responsável pelo estádio, também realizou manutenção nos vestiários, reparos hidráulicos e adequações de segurança, como a implantação de divisão fixas das torcidas (uma exigência da PM e do MP-GO), isolamento dos portões de entrada e saída das delegações, além de terceirização do estacionamento e lavagem das arquibancadas e cadeiras.

Acatando pedido do MP-GO, o juiz Leonardo Aprigio Chaves proibiu que a Federação Goiana de Futebol (FGF) utilizasse o Serra Dourada nas competições que organiza. Tudo porque o Ministério Público não foi atendido quando requisitou os laudos técnicos exigidos pelo artigo 23 do Estatuto do Torcedor. A decisão foi divulgada no dia 15 deste mês e, à época, o magistrado estabeleceu o pagamento de multa de R$ 500 mil por jogo realizado em caso de descumprimento da decisão.

“O Serra Dourada tem todas as condições de receber jogos do Campeonato Goiano, Brasileiro e, especialmente Goiás e Vila Nova”, disse o presidente da Agetop, Jayme Rincón durante reunião na sede da FGF. Na ocasião, inclusive, Rincón ressaltou que foram realizados trabalhos de manutenção no estádio. Na sexta-feira, porém, toda a documentação exigida foi encaminhada ao MP-GO e o estádio, com isso, está pronto para a abertura do Goianão.

A gerente do Serra Dourada, Izabella Maia, explica que o estádio está apto a sediar jogos oficiais porque atende todas as determinações legais. Inclusive, o gramado foi reduzido de 110 (comprimento) por 78 (largura) para 105 por 68 metros. A CBF determinou, após orientação da Fifa, que todos os jogos das Séries A e B do Campeonato Brasileiro, a partir deste ano, serão disputados em gramados com 105m de comprimento e 68m de largura – nem um metro a mais ou a menos.

“Aproveitamos esse trabalho de redução do campo e realizamos também a revitalização do gramado”, informa Izabella. Novas traves também serão instaladas nesta terça-feira (26). Segundo a gerente, também foi realizado neste mês a manutenção do dos vestiários de jogadores e de arbitragem, além da implantação de telas fixas de divisão das torcidas e adequações na área de desembarque e embarque das delegações.

“Conforme a legislação vigente, o Serra Dourada está apito a sediar jogos”, ressalta Izabella, confirmando o que disse Jayme Rincón durante a reunião com representantes das principais entidades ligadas ao estádio Serra Dourada, no início da semana passada. O valor gasto com a reforma não foi divulgado.

Fonte: Jornal O Hoje