20 de janeiro de 2016

Chuva: Defesa Civil registra 34 pontos de alagamento em Goiânia


Em decorrência das fortes chuvas em Goiânia ontem (19), foram registrados 34 pontos de alagamentos, de acordo com a Defesa Civil. Segundo o coordenador da operação da Defesa Civil, Coronel Monteiro, tais pontos são propícios a alagamentos. No entanto, ele ressaltou que o problema é temporário, e termina após o escoamento da água.

Entre os principais pontos de alagamento estão os setores Gentil Meireles, Perim, Urias Magalhães, Vila São José, Parque Amazônia, Vila Roriz, Setor Progresso, e Vila Roriz. O Córrego Anicuns transbordou e em função disso, a ponte da Avenida Marechal Rondon, assim como algumas ruas paralelas ao local, ficaram intransitáveis. De acordo com a Prefeitura de Goiânia, a pista será interditada nos dois sentidos: Marechal Rondon/Balneário Meia-Ponte e Urias Magalhães/Centro. As orientações de desvio são pela Rua Mato Grosso do Sul para acesso à Perimetral Norte ou pela Goiás-Norte.

Ainda de acordo com a Prefeitura de Goiânia, equipes da Secretaria Municipal de Trânsito, Transporte e Mobilidade (SMT), da Defesa Civil de Goiânia e da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (seinfra) estão monitorando toda a cidade, e que todas as medidas para minimizar os danos causados pela chuva serão devidamente tomadas pela administração municipal.

A SMT também orienta que durante as chuvas os condutores de veículos reduzam a velocidade, mantenham os faróis acesos, procuram se informar sobre acidentes e outros transtornos na vida. Caso a chuva esteja muito intensa, a recomendação é que o motorista pare em local seguro, longe de árvores, sinalizando com pisca alerta e não se arrisquem tentando atravessas vias alagadas.

Fonte: Diário de Goiás