21 de janeiro de 2016

Área comercial do Aeroporto de Goiânia é arrematada



Empresa de Campinas irá gerir espaço dos lojistas por 11 anos. Valor foi o triplo da concorrência

Ofertando o triplo do valor da concorrente, a Socicam Administração, Projetos e Representações LTDA arrematou o direito de administrar, por 11 anos, a área comercial do novo terminal do Aeroporto de Goiânia. O edital foi homologado ontem, apenas cinco dias após abertura. A empresa possui 25 dias úteis, a contar dia 20 de janeiro, para entregar à Infraero a garantia de cumprimento de contrato.

A partir do momento que o contrato estiver vigente, a empresa está liberada para fazer prospecção com futuros lojistas para iniciarem adequações no local (veja quadro). A abertura do novo terminal está prevista para abril deste ano.

O preço fixo inicial da licitação foi de R$ 1 milhão (à vista). Critério de julgamento, a empresa ofertou o maior valor mensal - R$ 755 mil mais, conforme edital, 50% do faturamento bruto mensal. A única concorrente, a Terral Participações e Empreendimentos Ltda registrou o lance mensal de R$ 250 mil e 50% do faturamento bruto mensal. O Valor Global Estimado é de R$ 97 milhões, já incluso o preço fixo inicial.

A Socicam possui quatro décadas de experiência em gestão de terminais de passageiros. Fundada em 1972, em Campinas, a empresa iniciou suas operações administrando o antigo terminal rodoviário do município. Hoje, atua em 40 terminais rodoviários localizados na Região Sudeste, Nordeste, Centro-Oeste, além do Novo Terminal de Brasília. Administra terminais urbanos no Paraná, Bahia e São Paulo.

O Aeroporto Santa Genoveva será o oitavo aeroporto gerido pela empresa, mas o primeiro numa capital. Os demais sete estão espalhados pelo interior da Bahia (BA) e Minas Gerais (MG), além do Aeroporto Nelson Ribeiro Guimarães, em Caldas Novas.

Shopping

A empresa terá o direito de gerir e explorar o espaço de 24,7 mil metros quadrados. Se comparado com shoppings da capital goiana, todo o espaço, incluindo o que é destinado às locadoras de veículos, se aproxima da área bruta locável (ABL) do Goiânia Shopping (23 mil m²) e supera a do Araguaia Shopping (20,8 mil m²).

Na planta que integra anexo do edital, estão demarcadas cerca de 90 locais, espalhados pelo subsolo, térreo e primeiro pavimento.

Atividades Obrigatórias

Até a abertura do novo terminal, o edital estabelece que algumas atividades obrigatórias da concessão deverão estar em funcionamento, o que inclui telefones públicos, livraria, drogaria e lanchonete, tanto no saguão como na área de embarque, após o canal de inspeção dos passageiros, além do desembarque.

Umas das novidades previstas também deverá estar aberta, uma loja no conceito walkthrough, que se assemelha a corredor em que os passageiros devem percorrer para chegar até os portões de embarque. Uma das primeiras nesse conceito no País foi instalada no Aeroporto de Brasília.

O modelo de gestão prevê compartilhamento das obrigações de limpeza e manutenção. Já a Infraero se encarregará da manutenção do terminal de passageiros, dos carrinhos de bagagem, da segurança e monitoramento de áreas restritas e patrimoniais.