17 de dezembro de 2015

Estádio Serra Dourada colocado em xeque pela PM e MP


MP recomenda que estádio não seja utilizado até que laudos técnicos confirmem a segurança na praça esportiva

O Ministério Público de Goiás (MP/GO), por meio do Grupo de Atuação Especial em Grandes Eventos do Futebol (GFUT), expediu na terça-feira (15) recomendação à Federação Goiana de Futebol (FGF) e à Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop) para que não utilizem ou disponibilizem o Estádio Serra Dourada para jogos oficiais até que laudos técnicos confirmem a segurança do local.

No documento, é apontado que o laudo de segurança do Batalhão de Eventos da Polícia Militar de Goiás concluiu que “o Estádio Serra Dourada não oferece condições para jogos do Campeonato Goiano 2016, principalmente envolvendo as agremiações Goiás Esporte Clube e Vila Nova Futebol Clube”.

Segundo o comandante do batalhão, tenente-coronel Clauber Freitas Andrade, as adequações pedidas no laudo dizem respeito, sobretudo, à entrada de torcidas organizadas, setorização interna e o isolamento da entrada de delegações.

Para o promotor de Justiça, Sandro Henrique Barros a recomendação serve como um alerta para a Agetop, que administra o local, a realizar as adequações solicitadas pela PM. "Não são intervenções de custos elevados, mas são necessárias para garantir a segurança nos eventos", comentou.

Segundo a gerente do Serra Dourada, Izabela Maia, os laudos exigidos pelo Estatuto do Torcedor (segurança, engenharia, acessibilidade e conforto, prevenção e combate de incêndio, além de condições sanitárias e de higiene) deverão ser renovados até o dia 20 de janeiro.

Fonte: Jornal O Popular