2 de novembro de 2015

40 km/h: Velocidade máxima permitida será reduzida no Centro de Goiânia


Área entre as avenidas Araguaia, Paranaíba e Tocantins terá limite de 40 km/h. Especialista diz que alteração pode dar mais fluidez ao trânsito da região.

A velocidade máxima deve ser reduzida para 40 km/h em algumas ruas e avenidas do Centro de Goiânia. Segundo o prefeito Paulo Garcia (PT), o projeto chamado "Zona 40" tem o objetivo de reduzir a quantidade de acidentes e dar mais segurança para os pedestres. Atualmente, as principais vias têm limite de 60 km/h.

A velocidade deve ser reduzida entre o anel da Praça Cívica e as avenidas Araguaia, Paranaíba e Tocantins. Com isso, o tráfego nas vias que estão entre este contorno, como as avenidas Anhanguera e Goiás, também não poderão ter velocidade superior a 40 km/h.

O taxista Evandro Silva acredita que a mudança deve piorar o trânsito da região. “Ainda vai ser mais complicado porque vai ter que andar mais devagar. Mas lei é pra ser cumprida”, disse o motorista.

Segundo o epecialista em trânsito Antenor Pinheiro, a redução da velocidade pode gerar menos tumulto e uma fluidez mais constante.
“Ao contrário do que se pensa, você garantindo 40 km/h como máxima, vai ter uma fluidez mais harmômica e, consequentemente, mais segurança para todos que interagem nesse espaço”, afirma o especialista.

De acordo com a Secretaria Municipal de Trânsito, Transporte e Mobilidade (SMT),ainda não há prazo para a mudança ser implantada. Para que as vias sejam fiscalizadas, vão ser instalados cinco radares fotosensores.

A prefeitura está trocando a empresa que fornece os equipamentos de fiscalização e, até que uma nova empresa seja escolhida, de acordo com a SMT, agentes municipais de trânsito devem trabalhar no monitoramento da velocidade da região.

Só durante o ano de 2014, a secretaria registrou 1,4 mil acidentes na região central da cidade. Segundo a SMT, a redução da velocidade deve reduzir este número e promover um espaço mais seguro para o pedestre.

Fonte: G1 Goiás