30 de outubro de 2015

Marconi convida Heineken a abrir fábrica em Goiás


Empresa estuda possibilidade desde 2014

O governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB) convidou formalmente, na manhã desta terça-feira (27/10), o CEO mundial da Cervejaria Heineken, Jean-François van Boxmeer, para instalar uma fábrica em Goiás.

A reunião ocorreu a portas fechadas na sede da Heineken, em Amsterdam, e durou cerca de duas horas. Marconi, que estava acompanhado do embaixador do Brasil na Holanda, Piragibe Tarragô, foi recebido por Boxmeer e pelo vice-presidente da Heineken para Cadeia Produtiva, Erwin Rosens.

Participaram da reunião, além de Marconi, o presidente da Federação das Indústrias de Goiás (Fieg), Pedro Alves de Oliveira, o secretário de Assuntos Internacionais, Isanulfo Cordeiro, o deputado estadual Santana Gomes e o advogado Flávio Rodovalho.

A empresa iniciou estudos para a implantação de uma fábrica de alta tecnologia em Goiás desde outubro de 2014, com o governador Marconi Perillo sempre à frente das negociações.

A região de Itumbiara, no Sul do Estado, desponta como uma das favoritas para receber o possível investimento. O município tem a seu favor a localização estratégica, com boa malha rodoviária e hidroviária, que facilita a logística de distribuição.

A abundância de água na Bacia do Rio Paranaíba e a boa qualificação da mão-de -obra local também são fatores que pesam a favor de Itumbiara.

Caso a decisão se confirme, a Heineken deve investir mais de R$ 600 milhões na nova fábrica, que deve ser a mais moderna da empresa, com tecnologia de ponta.

A expectativa é de que, caso a fábrica seja mesmo confirmada para Goiás, pelo menos 650 novos empregos sejam gerados em todas etapas da cadeia produtiva.

A empresa prossegue seus estudos e suas conversas pessoalmente com o governador Marconi Perillo. A decisão definitiva sobre a construção da fábrica ainda não tem data definida.

Fonte: Jornal A Redação