1 de setembro de 2015

Projeto para modernização do Estadio Serra Dourada tem cadeiras no nível do gramado



Estádio deverá passar por reforma até o fim do ano que vem e terá, entre outras novidades, substituição dos placares por telões para a transmissão das partidas

Inaugurado em 1975, o estádio Serra Dourada, que completou 40 anos em março, deverá ser reformado até o fim do ano que vem. O escritório responsável pelo projeto de modernização – GCP Arquitetos venceu licitação pública e foi contratado no início do ano – divulgou nesta terça-feira as primeiras imagens de como o maior palco do futebol goiano deverá ficar. O projeto original é de Paulo Mendes da Rocha, que esteve no escritório para conhecer as mudanças.

O objetivo do novo projeto é adequar o Serra, que nunca passou por uma grande mudança, às necessidades do futebol atual, mas sem comprometer a identidade do estádio. Entre as principais mudanças está a instalação de uma arquibancada inferior com cadeiras até o nível do gramado. O Serra Dourada ainda possui o antigo setor da geral, que não é utilizado por não atender às exigências do estatuto do torcedor.

Confira as principais novidades do projeto:

- Criação de cerca de 10 camarotes na porção central da arquibancada do lado oeste;
- Reforma e nova divisão das cabines de rádio e TV;
- Substituição dos placares atuais por telão, capaz de transmitir também imagens do jogo;
- Criação de auditório e zona mista para jornalistas;
- Reforma dos vestiários;
- Criação de novo acesso dos atletas a partir de parada interna dos ônibus;
- Modernização e criação de recepção para imprensa, público da tribuna, autoridades e novos camarotes;
- Extensão da arquibancada inferior com cadeiras até o nível do gramado.

Fonte: Globo Esporte