24 de agosto de 2015

'Fantástico' denuncia precariedade de curso de medicina em faculdade de Goiás


Sem estrutura, a Fama, de Mineiros, abriu 200 vagas para o curso neste semestre. Valores da mensalidade chegam a R$ 7 mil

O programa ‘Fantástico’ deste domingo (24) mostrou, durante uma reportagem especial, que cursos de medicina sem estrutura estão crescendo no Brasil. Entre as universidades sem qualidade, o jornalístico mostrou a Faculdade Mineirense (Fama), que fica em Mineiros, a 425 quilômetros de Goiânia.
Para o segundo semestre deste ano, a Fama abriu 200 vagas com valores mensais que chegam a R$ 7 mil. De acordo com o dominical, na nova faculdade de Mineiros as salas de aula e os laboratórios já estão prontos, “mas falta o espaço para a formação prática”. No lugar do futuro hospital universitário e dos consultórios, por enquanto, só tem mato. E onde será construído um campus exclusivo para medicina, só se vê terra.

Para cumprir exigências do Ministério da Educação (MEC), a Fama deveria ter a disposição mil leitos hospitalares para seus alunos estagiarem. O MEC exige que, para cada vaga do curso de medicina, deve haver um mínimo de cinco leitos do Sistema Único de Saúde (SUS), ou conveniados, para o internato.

No entanto, conforme a reportagem, a rede pública da região não comporta os alunos, pois só tem 379 leitos. O diretor da faculdade, Alessandro Rezende, disse que fez convênios para ter todos os mil leitos. Para atingir a cota, a faculdade promete vagas de estágio na capital goiana. No entanto, a Secretaria Estadual de Saúde de Goiás (SES) afirmou que o convênio não existe.

“Não foi feito nenhum contato conosco, até o momento, dessa faculdade para a busca de nenhuma possibilidade de nenhuma oferta de campo de estágio”, salientou Nelson Bezerra, superintendente de Educação em Saúde e Trabalho para o SUS.

Por causa da falta de leitos para o estágio, o MEC não autorizou a abertura do curso. Entretanto a faculdade goiana conseguiu uma liminar na Justiça para funcionar. Mesmo com todo precariedade, os alunos que passaram no vestibular começam as aulas nesta segunda (24).

O jornal O Hoje entrou em contato com a Faculdade, que informou que não vai se pronunciar sobre a reportagem do ‘Fantástico’.

Fonte: Jornal O Hoje