7 de julho de 2015

Monica Iozzi diz que jovens precisam ouvir mais Cazuza e menos sertanejo


"Vamos ouvir um pouquinho mais de Cazuza para a gente ter um mundo melhor?, disse a apresentadora do "Vídeo Show".

Durante o programa "Vídeo Show" desta terça-feira (7), a apresentadora Monica Iozzi se confessou fã de Cazuza após um clipe que relembrava os 25 anos da morte do cantor. Aproveitou ainda para recomendar aos telespectadores que eles vissem o filme "Cazuza – O Tempo Não Para", com Daniel de Oliveira, e acrescentou:

"Quem não conhece o Cazuza, o pessoal mais novinho, vá ouvir Cazuza, gente. Vamos deixar um pouquinho o sertanejo universitário de lado, vamos ouvir um pouquinho mais de Cazuza para a gente ter um mundo melhor", disse.

Logo na sequência, a convidada Fernanda Lima ainda brincou com a declaração da colega. "Vai apanhar na rua, depois não reclama", disse.

Mônica respondeu: "Eu gosto de sertanejo, mas não pode ser só isso. Vamos parar de ouvir um pouco de funk, vamos parar de ouvir um pouco de sertanejo. Vamos ouvir Cazuza, vamos ouvir Legião Urbana, vamos ouvir Ellis Regina".

Polêmica

Na semana passada, outro apresentador da casa já havia causado polêmica com o meio sertanejo. Zeca Camargo foi criticado após relativizar a comoção em torno do cantor Cristiano Araújo, que morreu no dia 24 de junho em um acidente automobilístico.

Durante sua participação no "Vídeo Show", naquela segunda-feira (29), Zeca se desculpou e afirmou que tem "admiração" pela história do sertanejo, mas acabou cometendo uma gafe. A exemplo de Fátima Bernardes, Zeca confundiu o sobrenome do cantor e do jogador português Cristiano Ronaldo.

"Eu gostaria de aproveitar porque escrevi um comentário na Globo News sobre essa cobertura e acabei sendo, talvez, mal interpretado por alguns fãs. Gostaria de deixar claro que tenho a maior admiração por qualquer artista, sobretudo o 'Cristiano Ronaldo', que não está mais com a gente, que começou com a gente de uma maneira bonita e estourou. Gostaria de me desculpar com quem talvez tenha entendido mal esse texto", disse.

Fonte: Musica Uol