10 de julho de 2015

BRT Norte-Sul: Frentes de trabalho em situações opostas


As duas frentes de trabalho do corredor de ônibus de trânsito rápido (Bus Rapid Transit ou BRT, na sigla em inglês) previstas para ocorrerem ao mesmo tempo seguem caminhos completamente opostos atualmente.

De um lado, o trabalho feito na Avenida Goiás Norte se encontra dentro do prazo, já com o trabalho de concretagem da pista por onde vão passar os ônibus, as obras na Avenida Rio Verde, entre o Terminal do Cruzeiro e cruzamento com a Avenida Tapajós, seguem sem data para início. A previsão agora é para agosto.

Na Goiás Norte, a pavimentação antiga da pista onde será instalado o corredor já foi retirada e agora os trabalhadores preparam para fazer a concretagem do local.

Concreto armado

Em vez de asfalto, está sendo colocado concreto armado para suportar o peso e a frequência dos ônibus que passarão por ali. A extensão dessa parte do corredor terá 4,8 km. A obra foi iniciada no fim de maio pelo Consórcio BRT, formado pelas empresas Isolux, EPC e WVG, vencedoras da licitação.

Na Rio Verde, há apenas algumas obras de drenagem próximas ao cruzamento com a Avenida Uru, para não haver problemas com a canalização pluvial quando as obras começarem. Em paralelo a isso, corre negociação com a Saneago para resolver entraves na questão da rede de esgoto que será afetada pela obra. Os responsáveis pelo corredor afirmam que é possível começar o trecho da Rio Verde em agosto sem que o período de chuvas atrasar o serviço.

Fonte: Jornal O Popular