5 de junho de 2015

Aeroporto em Goiânia terá capacidade duplicada com o novo terminal de passageiros




O aeroporto Santa Genoveva, em Goiânia, terá a capacidade dobrada. Atualmente em obras, o equipamento passará dos atuais 3,5 milhões de passageiros por ano para 6,3 milhões. Em encontro realizado ontem, 2, o ministro da Aviação, Eliseu Padilha, se reuniu com o governador do Estado, Marconi Perillo, para tratar da criação de um viaduto de acesso ao terminal e de investimentos em outros aeroportos no interior de Goiás.

Os trabalhos no aeroporto Santa Genoveva incluem serviços de engenharia da infraestrutura e redes de pista de táxi, vias de serviço internas, acesso viário, pátio de estacionamento de aeronaves, estacionamento de automóveis e sistemas de controle de acesso. Os passageiros também terão à disposição uma estrutura de um mix comercial com 60 pontos comerciais e uma praça de alimentação de 2,3 mil metros quadrados com 130 mesas.

A execução será feita pelo Consórcio Odebrecht – Via Engenharia, com término das obras de infraestrutura previsto para 30 de novembro deste ano e dos demais serviços para 4 de abril de 2016, quando será encerrado o contrato, cujo valor é de R$ 211 milhões.

As obras das pistas de taxiway, pátios e obras complementares foram reiniciadas em meados de Abril. Desde então, não houve paralisação e o avanço é evidente a cada dia. A primeira etapa desta obra realizou a limpeza e delimitação da área a ser pavimentada, ações que foram concluídas no mês de maio.

Em continuidade ao processo, desde o meio de junho, a pista do aeroporto Santa Genoveva está sendo fechada entre as 00h01 até as 04h30 da manhã, além do que os equipamentos PAPI (indicador de ângulo de aproximação) das duas pistas foram desligados, pois as duas cabeceiras estão passando por obras, e com isso a pista 14 está com a cabeceira deslocada em 270m e a pista 32 em 120m.

Neste momento, o aeroporto de Goiânia está operando com 2110m para pouso e decolagem. Não existe previsão oficial para que estas restrições acabem, mas deve ocorrer até o fim de 2015. Confira alguns registros das obras.

Fonte: Gyn Online