14 de maio de 2015

Recorde de frio em Cuiabá, Campo Grande e em Goiânia


A madrugada de 13 de maio foi a mais fria do ano nas capitais Cuiabá (MT), Campo Grande (MS) e Goiânia (GO). A  noite com pouca nebulosidade e a recente entrada de ar polar sobre o Centro-Oeste, causou a queda da temperatura.

Em Cuiabá, a capital de Mato Grosso, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) registrou uma temperatura mínima de 19,9°C. O recorde anterior de menor temperatura em 2015 era de 20,4°C em 21 de janeiro.

Em Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul, o recorde de menor temperatura de 2015 até agora foi batido pelo segundo dia consecutivo. A temperatura mínima nesta quarta-feira foi de 12,6°C e ontem de 13,0°C.

Em Goiânia, capital de Goiás, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou a temperatura mínima de 16,7°C nesta quarta-feira, 0,2°C mais baixa do que o recorde anterior de 16,9°C registrado no dia 11 de maio.

Céu de Goiânia ao amanhecer de 13 de maio de 2015 depois da madrugada mais fria do ano até agora. Foto de Henrique

Temperatura abaixo dos 10°C em MS

O sul de Mato Grosso do Sul também sentiu o ar polar com mais força e teve uma queda de temperatura acentuada. Vários municípios registraram temperatura abaixo dos 10°C. A mais baixa foi em Maracaju onde a temperatura mínima foi de 8,0°C.

O sul de Mato Grosso do Sul é a região mais fria do Centro-Oeste do Brasil. É a região que normalmente sente primeiro e com mais força o impacto das massas polares que vindas da Antártica.

Nos próximos dias, a temperatura tende a subir no Centro-Oeste, mas as noites continuam amenas especialmente sobre Goiás e na região do Distrito Federal. Ventos quentes voltam a predominar sobre a Região e volta a chover. As pancadas de chuva recomeçam em Mato Grosso do Sul a partir da tarde desta quinta-feira.

Fonte: Clima Tempo