2 de maio de 2015

Estádio Olímpico está em fase de acabamento


Com trabalho enrolado nos detalhes, 70% das obras do estádio estão concluídas, mas não tem data para reinauguração. Nova previsão é setembro

Olímpico está em reconstrução desde 2006: obras foram paralisadas por causa de briga judicial com empreiteira

A instalação da cobertura e das torres de iluminação são parte da fase de acabamento pela qual passa o Estádio Olímpico, demolido em 2006 e com a reconstrução prevista para terminar no segundo semestre deste ano. Não há data precisa para a inauguração, mas o presidente da Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop), Jayme Rincón, estima a conclusão para até setembro.

“Tenho evitado dar uma data, porque sempre aparece mais um detalhe. Mas até setembro o Olímpico deve estar concluído”, afirmou Jayme Rincón. Já existem até ideias para inauguração. “Futebol, com certeza vai ter. Temos uma ideia de fazer um quadrangular amistoso com os quatro grandes clubes de Goiânia. Também temos intenção de trazer algum evento de atletismo”, afirma o presidente da Agetop, que ressalta que o Parque Aquático, última fase do Centro de Excelência do Esporte, deve ser iniciado este ano e concluído em 2016.

O local começa a ganhar as primeiras cores. Parte da alvenaria das arquibancadas está pintada de laranja e outra parte, de amarelo. Contudo, a cor que será usada em todo o estádio ainda não está definida, segundo o diretor de obras civis da Agetop, Luiz Antônio de Paula, que estima que 70% do novo Estádio Olímpico já foram concluídos.

O gramado, que é mantido bem curtinho para acertar os defeitos de nivelamento, tem as dimensões de 103 metros de comprimento e 71 metros de largura. A engenheira agrônoma gaúcha Maristela Kuhn presta consultoria mensalmente para a manutenção da grama, bermuda celebration, a mesma utilizada no Estádio Serra Dourada e nos estádios da Copa do Mundo.

Em andamento

A primeira camada da cobertura de parte da arquibancada, feita com telhas sanduíche galvanizadas e pré-pintadas, começou a ser colocada na semana passada. Depois dela, vem uma camada de isolamento térmico e acústico. Por cima, outra parte de telhas galvanizadas, mas pintadas em azul.

As 12 mil cadeiras que serão instaladas terão as cores azul, amarelo e branco. As cadeiras, que são rebatíveis (o assento se retrai quando o usuário levanta), ainda não chegaram. Ao lado do gramado, rolos com a pista de atletismo esperam para ser instalados. Um dos passos mais complexos na obra é a instalação das torres de iluminação. São quatro com 44 metros de comprimento. Cada uma é formada por cinco módulos.

No interior do estádio, os quatro vestiários ganham as divisórias de granito e têm piso do mesmo material e revestimento de pastilhas brancas. As áreas de aquecimento ainda irão receber grama sintética. A mureta da arquibancada também terá um vidro de 20mm de espessura e de 1,05 de altura na separação da torcida do campo.

Fotos:








Fonte: Jornal O Popular