10 de abril de 2015

Marconi Perillo diz que governo não vai doar “nenhum centavo” a desfile


Goiânia – O governador Marconi Perillo (PSDB) afirmou no início da tarde desta quinta-feira, 9, que o Governo de Goiás não irá patrocinar a escola de samba Imperatriz Leopoldinense, que em 2016 levará ao Sambódromo da Marquês de Sapucaí, no Rio de Janeiro, a história dos cantores goianos Zezé Di Camargo e Luciano e realizará um desfile homenageando também o Estado de Goiás, berço da dupla sertaneja.

“Do Governo de Goiás não vai sair nenhum centavo. Fizemos questão de acertar isso entre nós”, declarou Marconi durante entrevista coletiva concedida à imprensa antes do almoço para anúncio do samba-enredo, no Palácio das Esmeraldas, oferecido a Zezé Di Camargo e Luciano e a integrantes da escola de samba. O governador afiançou que o apoio do governo estadual ao desfile será estritamente institucional.

“Eu, particularmente, vou procurar os empresários, vou procurar as pessoas que gostam da cultura, das artes, do carnaval, e vou pedir a eles ajuda para os dois possam se apresentar, ter sucesso e vencer. Não queremos apenas a homenagem, queremos entrar competitivos, entrar para vencer. Dessa forma tenho certeza que muita gente vai ajudar a escola de samba. O que posso dizer é o seguinte: dos cofres do estado, nenhum tostão. Agora, do Estado de Goiás vai sair todo o apoio que eles precisam para que tenham um carnaval competitivo”, explicou Marconi.

Tema do samba-enredo
Com o enredo “É o Amor que mexe com a minha cabeça e me deixa assim - Do sonho de um caipira nascem os dois filhos do Brasil”, o evento no Palácio das Esmeraldas reuniu 20 ritmistas, um mestre de bateria, o primeiro casal de porta-bandeira e mestre sala, Rafaela Theodoro e Marcílio Diamante, e o intérprete oficial da escola, Nego.

Segundo explicou o cantor Zezé Di Camargo, o convite para representarem o próximo tema da escola partiu do presidente da Imperatriz Leopoldinense, Luiz Pacheco Drumond; do diretor de Carnaval, Wagner Araújo; e do carnavalesco Cahê Rodrigues. O artistas goiano afirmou ainda que não houve acordo financeiro para que o convite fosse efetivado.

“Se precisar sair do nosso bolso, como pessoa física, não tenha dúvida (de que sairá). Mas a escola não procurou a gente com essa intenção nem nós propomos isso para a escola de samba. Quer dizer, seria como se estivéssemos comprando uma homenagem, e não é”, disse.

O cantor Luciano se disse entusiasmado com a homenagem, mas assegurou que não recebeu nenhuma informação sobre os detalhes do desfile. “Ele (Cahê Rodrigues, carnavalesco da Imperatriz Leopoldinense) ainda não nos disse nada. Mas a nossa imaginação é fértil, a gente fica sonhando. Eu tenho certeza de que vai ser uma coisa linda. Vem mais uma vez coroar a nossa carreira num ano em que completamos 25 anos de carreira”, comemora. A respeito da participação durante o desfile, Luciano brincou: “O mais difícil vai ser aprender a sambar”.

Segundo o carnavalesco Cahê Rodrigues, ter um enredo 100% brasileiro, com a música sertaneja, será importante para o carnaval carioca. “A música sertaneja é muito importante no cenário musical no país. O que a escola vai levar para a avenida é uma surpresa. A Imperatriz quer preparar um espetáculo disputar título, então tudo tem que ser muito pensado. O efeito surpresa é muito importante para a Imperatriz”, explicou o carnavalesco.

“A escola está muito feliz com a possibilidade de exaltar a história do Zezé Di Camargo e Luciano. É claro que o enredo vai abordar várias situações que as pessoas não conhecem e que o filme (Dois filhos de Francisco) não mostrou. A gente quer pegar um pouco da beleza do Estado de Goiás, de Pirenópolis, tudo isso estará na avenida”, antecipou Cahê.

Homenagem
Essa é a segunda vez em que o Estado de Goiás é homenageado no carnaval carioca. Em 2001, o Estado foi tema da escola de samba Caprichosos de Pilares com o enredo “Goiás, um sonho de amor no coração do Brasil”. O samba foi representado pelo carnavalesco Jaime Cezário e pelo intérprete Jackson Martins. Naquele ano, a escola conquistou a 12ª posição no ranking das campeãs. Naquela homenagem, foram representadas as mais diversas riquezas do Estado de Goiás, como a gastronomia, música, festas tradicionais, patrimônios culturais, pontos turísticos, enfim, toda a cultura e história goianas.

“Não poderia haver uma notícia melhor para o nosso Estado. Estamos muito felizes, porque além da homenagem ao Zezé e Leonardo, há uma homenagem ao Estado de Goiás, que será extremamente bem divulgado durante o carnaval do ano que vem. É por essa razão e por muitas outras, especialmente pelo carinho e respeito que temos por eles, que o Governo de Goiás vai apoiar da melhor maneira possível a participação deles e a homenagem que vão receber no carnaval”, afirmou Marconi.

Após a apresentação em Goiânia, o grupo segue para Pirenópolis, na tarde desta quinta-feira, onde a dupla vai transmitir à cidade o convite para participação no samba-enredo. O Teatro Sebastião Pompeu de Pina vai servir de cenário para que Zezé e Luciano abram as alas de sua memórias de infância para contar a trajetória que já emocionou o público no filme “2 Filhos de Francisco”, que neste ano completa dez anos de estreia.

Fonte: Jornal A Redação