15 de abril de 2015

Goiânia Curta mais: Preserve Art Déco



Outra empresa consciente que merece nosso destaque é a Farmácia Artesanal que devolveu as características Art Déco ao prédio que abriga a sede do grupo, no Centro de Goiânia.

Reconhecendo a importância de resgatar a memória e preservar o patrimônio histórico dos goianos, a Farmácia Artesanal investiu na recuperação do edifício Art Déco que abriga uma das lojas da rede. Cada detalhe da construção, localizada na Rua 4 esquina com a Rua 7, foi preservado ou reparado de acordo com suas características originais. Quem passa pelo endereço é levado de volta ao cenário capturado nas primeiras fotos da capital projetada em 1933 por Atílio Correa Lima.

“Quem caminha pelo Centro não tem ideia da preciosidade Art Déco ainda encoberta por painéis. Esperamos que essa iniciativa encoraje outras empresas a fazer o mesmo”, afirma Evandro Tokarski, diretor do Grupo Artesanal. Goiânia guarda hoje um dos mais significativos acervos de Art Déco do Brasil. O estilo artístico inspirou a arquitetura dos primeiros prédios da capital.

O sobrado que abriga a loja da Farmácia Artesanal teve sua fachada totalmente recuperada, por meio do resgate e da recomposição dos elementos Art Déco originais, identificados por meio de uma minuciosa pesquisa histórica. Uma das referências foram fotos que retratam farmácias nos anos 1940 e prédios nos primeiros anos da capital.

Intervenções
A fachada do edifício estava encoberta por uma estrutura metálica, que camuflava todas as suas características Art Déco ainda preservadas. Por isso, a primeira intervenção foi a retirada do painel. Depois, foi um feito um trabalho de recuperação e valorização dos traços do estilo arquitetônico. Elementos que não faziam parte da estrutura original do edifício, como grades das janelas, também foram retirados.

A proposta de recuperação arquitetônica incluiu também a requalificação da calçada e a estratégia de sinalização da fachada. “Escolhemos letreiros de dimensões reduzidas de forma a preservar a visualização do imóvel e a contribuir com a limpeza visual da cidade”, explica a arquiteta Janaína de Castro, responsável pelo projeto. Ela já acompanhou outras obras do tipo desenvolvidas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

“Fomos motivados pela real necessidade que existe na área de preservação da história da capital goiana e pelo desejo de disponibilizar esse patrimônio para a comunidade em geral”, destaca Evandro Tokarski.

A loja fica na Rua 4 esquina com a Rua 7, Centro.

Fonte: Curta Mais