29 de abril de 2015

Estado desapropria o primeiro imóvel para obra do VLT no Eixo Anhanguera


O Estado desapropriou o primeiro imóvel para a implantação do VLT (trem sobre trilhos) no Eixo Anhanguera: o Edifício Don Rafael, de 30 apartamentos, próximo à Praça da Bíblia, por R$ 6 milhões, 20% do previsto para todas as desapropriações.

O prédio deverá ser demolido para reconstrução do terminal na Praça da Bíblia, considerado pequeno para atender à demanda do VLT. Mas esta desapropriação não é garantia de que a obra dos trilhos avançará neste ano. Há duas semanas o governo publicou o contrato com o consórcio vencedor da licitação, liderado pela construtora Odebrecht. A ordem de serviço, entretanto, deve ser assinada apenas no final deste ano ou em 2016, porque depende também de o Estado garantir contrapartida de quase R$ 900 milhões ao empreendimento.

O governador Marconi Perillo (PSDB) tem tratado do assunto com o ministro Joaquim Levy (Fazenda), mas o governo federal só deve autorizar o Estado a captar novos empréstimos depois de setembro.

Fonte: Giro/O Popular (Jarbas Rodrigues Jr.)