22 de fevereiro de 2015

Prefeitura inicia obras do corredor da T-7


Ordem de serviço está prevista para ser assinada na próxima segunda-feira (23). Nova via preferencial terá mais de 10 quilômetros de extensão

Depois da Av. 85, a Av. T-7 será a próxima a receber mais um corredor preferencial para o Transporte Coletivo de Goiânia. O prefeito Paulo Garcia assina na próxima segunda feira a ordem de serviço para inicio dos trabalhos, que devem começar pela implantação da ciclovia. A solenidade está marcada para as 8h30 na praça da feira da Vila União, na avenida Alpes.

Assim como os já implantados (Universitário, T-63 e 85), o novo corredor preferencial, que terá 10,4 quilômetros de extensão, tem como objetivo possibilitar a agilidade aos ônibus, fluidez e segurança para o trânsito. Pela avenida, que é considerada a segunda principal da cidade em atendimento ao transporte coletivo, circulam 13 linhas de ônibus que atendem aproximadamente 103 mil pessoas por dia.

Com a obra, a avenida receberá nova pavimentação, abrigos de embarque e desembarque, nova sinalização vertical e horizontal, mobiliário urbano compreendendo iluminação dos canteiros centrais, bancos metálicos e paraciclos. As calçadas, que ocupam uma extensão de 21 quilômetros, serão revitalizadas com conceito de sustentabilidade, sem obstáculos e com rotas acessíveis. Os ciclistas terão espaço prioritário de circulação, com 8,1 quilômetros de trecho cicloviário, que compreende ciclovia, ciclorrotas e ciclofaixas. Os moradores terão mais segurança com a instalação de 38 câmeras de monitoramento em tempo real, que serão controladas pela Central de Controle Operacional Integrada. A fiscalização do tráfego também será realizada por equipamentos eletrônicos.

Orçado em quase 31 milhões (R$ 30.899.857,55) o corredor será construído pela Jofege Pavimentação e Construção, empresa vencedora do processo de licitação realizado pela Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC). Os recursos aplicados são oriundos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) – Pacto pela Mobilidade, do Governo Federal, e a previsão é de que a obra seja concluída em 12 meses.

Com o objetivo de priorizar o transporte coletivo, a Prefeitura vai implantar, ao todo, 46,5 quilômetros de vias preferenciais que integrarão 66 linhas de ônibus, beneficiando diariamente mais de 600 mil usuários por dia útil. Segundo o prefeito Paulo Garcia, as obras de mobilidade urbana são prioridade para a administração municipal, que está realizando projetos que vão dar fluidez ao transporte coletivo e organizar o trânsito, garantindo melhor mobilidade urbana para as próximas décadas. Ele afirma que “as intervenções estão requalificando o espaço urbano, garantindo prioridade ao transporte coletivo”. (Secom Goiânia)

Fonte: Jornal O Hoje