5 de fevereiro de 2015

Marconi descarta crise hídrica e diz que abastecimento está garantido até 2050




Ao participar ontem pela manhã de solenidade na Caixa Econômica Federal em Goiás, o governador Marconi Perillo fez questão de ressaltar as parcerias do governo de Goiás com a instituição bancária que possibilitaram a realização de vários investimentos em saneamento básico que hoje livram Goiás da crise hídrica vivida por Estados como São Paulo e Rio de Janeiro. “Fomos prudentes”, afirmou.

Marconi, em alusão ao início da construção, em 2001, do sistema de abastecimento do João Leite, que faz parte hoje do complexo produtor Mauro Borges, que será inaugurado daqui a três meses e atenderá Goiânia, Trindade, Aparecida e outros municípios, garantindo água potável até 2050 para a Região Metropolitana.

O governador citou ainda a construção do Sistema Corumbá 4, para atender ao Entorno do Distrito Federal. “São as duas áreas mais povoadas do Estado”, disse. Para tanto, segundo afirmou, a parceria com a Caixa também foi importante em toda a área do saneamento básico. Marconi lembrou, por exemplo, que ao iniciar seu governo, Goiás tinha 12 Estações de Tratamento de Esgoto. Hoje, são 82.

Fonte: Diário de Goiás