14 de janeiro de 2015

Obras do câmpus da UFG em Aparecida começam em fevereiro



Nesta sexta-feira (9), o prefeito Maguito Vilela e os secretários Mário Vilela (Infraestrutura), Ozeias Laurentino Júnior (Comunicação) e Geoliano Lima (Administração), se reuniram com o reitor da Universidade Federal de Goiás (UFG), professor Orlando Afonso Valle do Amaral, para acertar detalhes da parceria para início das obras do Campus Aparecida de Goiânia (CAP).

“A prefeitura está intermediando, junto à Celg e Saneago, a implantação de energia e água na área, que são cruciais para o início das obras. O melhoramento do acesso, pela Estrada da Mata, será feito pela Infraestrutura. Já o asfalto interno será feito de acordo com a necessidade da universidade. À medida que as obras avançarem e for preciso criar acessos entre os prédios, vamos atendendo”, detalhou o prefeito Maguito Viela.

De acordo com o secretário de Infraestrutura do município, as obras de patrolamento, suspensão da pista e cascalhamento do acesso ao campus serão iniciadas já na próxima segunda-feira, 12. “Como existe previsão de mais chuvas em fevereiro, vamos aproveitar esses dias de estiagem para garantir o trabalho”, enfatizou Mário Vilela. A data foi definida em função do cronograma da universidade. “Pretendemos iniciar as obras, que serão realizada em etapas, no início de fevereiro”, informou o reitor da UFG.

A implantação de água e energia, outra preoucupação da direção da UFG, também está sendo negociada. “A Saneago está abrindo cerca de oito poços na região e o compromisso é de levar a água de um deles até a construção. Como existe uma burocracia para isso, se a ligação não for feita de imediato, a Saneago se comprometeu a disponibilizar água em caminhões nesse início de obras”, explicou Mário Vilela.

Sobre a energia, ele explicou que o processo para a implantação da rede também é burocrático e, para acelerar o processo, assumirá a fatura das despesas necessárias. “No caso do Campus, a companhia aproveitará a rede rural que já existe na região e estamos dialogando para que tudo seja feito com o máximo de rapidez”, completou o secretário.

Além do acesso, água e energia, a prefeitura também ampliará a quantidade de servidores disponibilizados para atender a instituição, no campus da UEG, onde já funciona temporariamente. “Atualmente cedemos dois servidores do setor de limpeza e dois vigilantes. Vamos ampliar esse número com mais três funcionários”, afirmou o secretário Geoliano Lima. Uma escala de trabalho com horários alternativos também será organizada para atender, tanto a UFG quanto UEG, que tem funcionamento noturnos.

Engenharia de Transporte

Enquanto o Campus Aparecida de Goiânia ganha corpo, o curso de Engenharia de Produção, primeiro da UFG na cidade, já está em andamento desde agosto do ano passado. Cerca de 40 alunos que passaram no primeiro processo seletivo da instituição compõem a turma. Os próximos cursos a serem implementados são os de Geologia e de Engenharia de Transportes, que será o primeiro curso da área em todo o Brasil.

As aulas dos dois novos cursos terão início em 23 de fevereiro de 2015, também no campus da UEG em Aparecida, que foi cedido à UFG para o início do funcionamento da instituição.

Fonte: Jornal O Popular