18 de janeiro de 2015

Nova gestão da Metrobus quer expandir operação na RMG. Planos incluem também o Entorno de Brasília



O novo presidente da Metrobus, o presidente nacional do PHS, Eduardo Machado, já estabeleceu metas ousadas para a empresa estatal em 2015: tirar do papel os projetos de corredores de ônibus em Aparecida de Goiânia e entre as cidades goianas da Região Metropolitana de Brasília, no Entorno do DF. Além disso, o presidente pretende, já nos primeiros três meses do ano, consolidar a expansão do Eixo Anhanguera a outras cidades da Região Metropolitana de Goiânia, depois de três meses que o serviço foi expandido para Trindade e Senador Canedo. “Temos estudos para iniciar operações em Aparecida, para ligar alguns pontos, por exemplo, um corredor saindo do Garavelo até a Vila Brasília ou até mesmo o Centro da cidade, além de uma integração com Goiânia. No Entorno, a intenção é ligar cidades que hoje estão isoladas entre si, como Luziânia, Águas Lindas, Planaltina e Valparaíso. Seria uma linha circular”, detalha Eduardo Machado.

Prazo

Machado garante que apresentará, no prazo de dois meses, os estudos finalizados para a avaliação do governador Marconi Perillo (PSDB). Quer iniciar processo de licitação ainda no primeiro semestre.

Verba escassa

O maior problema para a criação e execução dos corredores planejados é a obtenção de recursos, já que o Estado tem baixa verba para investimentos. Eduardo Machado conta com a possibilidade de buscar recursos do Governo Federal, pelo PAC da Mobilidade.

Fonte: O Hoje