28 de dezembro de 2014

Verba para o Hospital das Clínicas de Goiânia


O Hospital das Clínicas de Goiânia, assim como outros hospitais federais integrados no Sistema Único de Saúde (SUS), receberá uma verba que, de acordo com o Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (REHUF), será destinada

A portaria foi assinada e publicada no Diário Oficial da União, pelo ministro Arthur Chioro, ontem (26). "Art. 1º Fica estabelecido recurso financeiro, no montante de R$ 29.631.464,22 (vinte e nove milhões, seiscentos e trinta e um mil quatrocentos e sessenta e quatro reais e vinte e dois centavos), correspondente ao recurso do REHUF a ser disponibilizado aos Hospitais Universitários Federais, conforme anexo a esta portaria".

O diretor do HC de Goiânia, José Garcia, informou ao Diário da Manhã que ainda não sabia dessa verba e que, geralmente, quando o dinheiro chega tão próximo ao final do ano, é complicado conseguir usá-lo totalmente. "Temos até o dia 31 de dezembro para empregar os recursos, no entanto, quando chega num prazo tão curto fica complicado porque, em três dias, não dá para realizar uma licitação para execução de obras e, se não usarmos esses valores, corre o risco de o dinheiro voltar", declarou o diretor.

Em um segundo contato, ele informou que essa verba já tem um destino certo. Será feito o pagamento de parte da dívida que o hospital possui e apontou ainda que possui medidas a serem tomadas para controlar o orçamento no próximo ano. "Esse valor é baixo se comparado com o tamanho da dívida que o hospital tem atualmente. Por esse motivo pretendo, no ano que vem, diminuir o efetivo de funcionários terceirizados, acredito que assim possamos controlar melhor as despesas", afirma.

Recentemente foi entregue a obra de reforma do Pronto Socorro do HC, com 32 leitos para internação, no valor de R$ 260 mil. José Garcia garante que estes leitos estão funcionando normalmente, no entanto ele lamenta ter outros fechados por falta de funcionários. "São 60 leitos que estão indisponíveis por causa da dívida. Precisamos urgente diminuir a folha de pagamento para reestruturar esses espaços no hospital", garante.

O Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais tem como objetivo criar condições materiais e institucionais para que os hospitais federais tenham a qualidade necessária e possível para desempenhar suas funções relacionadas diretamente com ensino, pesquisa e extensão bem como a dimensão da assistência à saúde.

Fonte: DM