26 de dezembro de 2014

Prefeitura de Aparecida vai instalar 50 academias abertas até 2016


O objetivo é melhorar a qualidade de vida da população e cuidar da saúde preventiva

O desenvolvimento de Aparecida de Goiânia passa pela reorganização urbana da cidade. A construção de espaços públicos destinados ao lazer e à prática de esportes tem sido prioridade da Prefeitura de Aparecida, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Urbano, na gestão do prefeito Maguito Vilela (PMDB). O atual titular da pasta, que tem a responsabilidade de manter a cidade limpa e agradável, Rodrigo Gonzaga Caldas, realiza um breve balanço do trabalho realizado pela administração municipal nesta área, principalmente em 2014.

Conforme o auxiliar do prefeito Maguito Vilela, atualmente 35 praças foram entregues ou estão em obras, e outras 35 foram revitalizadas. Em relação ao equipamento público mais desejado pelos moradores – a Academia ao Ar Livre - , o secretário afirmou que 15 já foram implantadas e a previsão é instalar mais 20 em 2015. “Até o final do mandato do nosso prefeito Maguito Vilela, em dezembro de 2016, queremos ter instalado 50 Academias Abertas. A expectativa é levar o benefício a todas as praças da cidade, proporcionando mais saúde, bem-estar e lazer à população aparecidense”, ressaltou Rodrigo Caldas.

A meta do segundo mandato do prefeito Maguito Vilela é deixar a cidade mais linda. No primeiro mandato, a gestão investiu pra valer na infraestrutura básica – asfalto e saneamento básico. Agora sem descuidar disso, a Prefeitura acelera na construção de novas praças e manutenção das atuais. Na avaliação do secretário de Desenvolvimento Urbano, a participação da comunidade neste processo é fundamental para alcançar a meta.

Por determinação do prefeito, as secretarias de Desenvolvimento Urbano, Meio Ambiente, Regulação Urbana e Comunicação lançaram, em agosto de 2013, a campanha ‘Aparecida é sua casa, quem mora cuida’ começou a trabalhar a conscientização dos moradores quanto ao despejo de entulhos em locais inadequados, limpeza de lotes vagos, construção de calçadas e a coleta seletiva.

“Nosso objetivo é trabalhar com a conscientização para que as pessoas deem destinação correta ao lixo e aos objetos que não serão mais usados. Se a população trabalhar nesse sentido em parceria com a Prefeitura, a cidade e a vida das pessoas melhoram”, sublinhou o secretário. Recentemente, o prefeito determinou a criação de grupos de trabalho envolvendo várias secretarias para aprofundar os estudos, encontrar e implantar soluções que minimizem o impacto do descarte irregular de entulho e a falta de calçadas, que são obrigações dos cidadãos. Acessando o site www.aparecida.go.gov.br/campanha o morador fica sabendo como colaborar manter a cidade limpa.

PARQUES - Dentro ainda da política de ampliar as opções de lazer e bem estar, a Prefeitura de Aparecida entregou em outubro de 2014 o Parque da Criança. O projeto do Parque foi idealizado pela Secretaria Meio Ambiente e conta com área total de 126 mil metros quadrados o espaço conta com um prédio que abriga o Centro Integrado de Apoio, onde ficam equipes das secretarias de Meio Ambiente, Desenvolvimento Urbano, Defesa Social e Guarda Civil Municipal, além da administração do parque. O espaço conta com espelho d’água, praça com teatro de arena, pista de caminhada de 8 mil metros quadrados, duas quadras poliesportivas e pista de bicicross.

O Parque da Família também foi entregue a população de Aparecida em outubro. O espaço fica na Avenida Independência, no setor Village Garavelo, e está sendo revitalizado em parceria entre as secretarias de Meio Ambiente, Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano. A área de 13 mil metros quadrados se caracteriza hoje como uma grande ilha de divisão dos dois sentidos da Avenida Independência. Em 2010, recebeu as primeiras melhorias. Agora, a administração municipal transformou o local em um verdadeiro parque. Em setembro, a cidade recebeu o Parque Municipal Elmar Arantes Cabral, no bairro planejado Parque América. O parque que um área superior a 44 mil metros quadrados fica na região da Vila Alzira.

AQUISIÇÕES - Para melhorar os serviços prestados à comunidade, em abril deste ano a Secretaria de Desenvolvimento Urbano adquiriu 11 novos veículos - dois Logans, duas kombis, um caminhão munck guindaste e seis caminhões plataforma aérea, que atendem os serviços de iluminação pública. O investimento foi de R$ 2,1 milhões. Com a aquisição, a secretaria passa conta agora com 16 veículos próprios (já possuía cinco caminhões munck); 20 tratores; e 32 veículos locados (8 caminhões baú para a coleta seletiva, seis ônibus que fazem o transporte dos trabalhadores e 18 caminhões para as atividades de limpeza urbana).

ROÇAGEM - Desde 2009, a Prefeitura de Aparecida realiza a roçagem em etapas e por regiões, proporcionando que todos os bairros recebam o serviço no mínimo duas vezes ao ano. Em 2014, todos os bairros já foram contemplados com o serviço. “Nos últimos meses as equipes da secretaria de Desenvolvimento Urbano realizaram mais de 45 mutirões de limpeza em todas as regiões da cidade”, reiterou o secretário.

COLETA SELETIVA -  Em 2012, a Prefeitura implantou a coleta seletiva no município com duas vertentes: a Coleta Seletiva Residencial e a Empresarial. Hoje a coleta já atinge 67 bairros, contemplando mais de 207 mil habitantes. Em 2015, novos bairros serão incluídos no programa, gerando ainda mais renda as famílias que participam das cooperativas de reciclagem. “Em 2014, conseguimos entregar a cooperativa um galpão de triagem com o maquinário necessário para iniciar os trabalhos e continuamos dando a assistência técnica para que as famílias, que antes viviam às margens do Aterro Sanitário trabalham com dignidade”, pontuou Rodrigo Caldas.

O secretário lembrou que Aparecida foi uma das poucas cidades brasileiras a cumprir a rigorosa Lei Federal dos Resíduos Sólidos que determinava a extinção dos lixões. “Graças ao apoio do prefeito Maguito Vilela e ao trabalho da equipe da Diretoria de Resíduos Sólidos, coordenado pela Márcia Nayane, Aparecida se tornou modelo pelas boas práticas no tratamento dos resíduos sólidos”, comemorou. No início de 2014, a gestão enfrentou de frente a invasão ao Aterro Sanitário. Com o apoio da Guarda Civil Municipal e a compreensão dos lideres das cooperativas, desde 10 de janeiro de 2014 ninguém mais entra no Aterro para retirar o lixo antes deste ser aterrado.

Fonte: Prefeitura de Aparecida de Goiânia