13 de dezembro de 2014

Jornal “Folha de S. Paulo” destaca reforma administrativa do governo de Goiás. “Mais enxuta entre os Estados”


Publicação traz outros exemplos de unidades federativas que enxugaram a máquina governamental. Em nenhum caso, no entanto, reforma é tão ousada quanto a orquestrada pela administração goiana

Reportagem do Jornal “Folha de S. Paulo”, divulgada neste sábado (13/12), coloca Goiás no cenário nacional em relação à reforma administrativa orquestrada pelo governador reeleito Marconi Perillo (PSDB) e anunciada há exatamente um mês.

O projeto, já aprovado em primeira votação na Assembleia Legislativa, prevê corte no número de secretarias de 16 para 10, fazendo com que Goiás tenha “a estrutura mais enxuta entre os Estados”, assim como trata a publicação.

“Em Goiás, a ordem é afiar a tesoura: serão demitidos 5.000 comissionados – cerca de metade do total – e 9.500 cargos temporários serão extintos”, narra a reportagem do veículo paulista.

Além da reforma administrativa do Estado goiano, a publicação também destaca cortes em outras unidades federativas, como na Bahia, onde foram reduzidas três secretárias — saindo de 27 para 24 pastas.

Cenário semelhante pode ser visto em Alagoas, onde o peemedebista Renan Filho anunciou que irá extinguir 7 das 25 secretarias. Nenhuma reforma, no entanto, é tão ousada como a empreendida pela gestão tucana em Goiás.

Governador pela quarta vez, o reconhecimento nacional do tucano Marconi Perillo começa a a surgir em momento oportuno, já que, para 2018, pretende alçar voos mais altos e despontar na política nacional.

Fonte: Jornal Opção (Marcelo Gouveia)