2 de dezembro de 2014

Cadastro no Passe Livre começa em janeiro


Novas inscrições do programa vão até 21 de março

Novas inscrições no programa vão até 21 de março; governador determina estudo de viabilidade para atender outros municípios. O governador Marconi Perillo (PSDB) fez, ontem, um balanço do primeiro ano de vigência do Passe Livre Estudantil Universal na Grande Goiânia, anunciou o calendário de cadastramento para o ano que vem e determinou a elaboração de um estudo de viabilidade da ampliação do benefício para outros municípios do Estado. O cadastramento para a concessão das passagens gratuitas em 2015 começa, em 19 de janeiro, e vai até 21 de março, e deverá ser feito em qualquer unidade do Vapt Vupt da Região Metropolitana.

Marconi reafirmou seu propósito de continuar a manter um ritmo administrativo que visa o cumprimento dos compromissos assumidos em períodos eleitorais ao mesmo tempo em que prioriza a qualidade dos serviços prestados à população. “Todo cuidado que temos tido nesse tempo todo à frente do governo, tem sido no sentido de não apenas resgatar compromissos, mas muito mais do que isso, definir políticas públicas que tenham qualidade, que sejam duradouras e efetivas. Essa é uma marca que nós estamos imprimindo e vamos continuar perseguindo”, salientou.

O presidente da Metrobus, Padre Ferreira, entregou ao governador uma réplica dos ônibus articulados que estão sendo destinados pelo Estado para reforçar o Eixo Anhanguera, que teve sua extensão ampliada neste segundo semestre do ano visando atender os usuários de Trindade, Senador Canedo e Goianira. O governo do Estado está adquirindo 50 ônibus, 39 deles já entregues. “Estamos resgatando o compromisso de colocar ônibus novos no Eixo Anhanguera, de construirmos abrigos e terminais novos para dar dignidade e qualidade a quem precisa do transporte público”, destacou Marconi.

O governador lembrou também que na semana passada tomou a decisão de garantir a fonte definitiva que irá custear a metade da gratuidade das passagens, que antes onerava o bolso dos usuários. “O governo – acrescentou – vai assumir a metade do custo da passagem com o compromisso de que as prefeituras da Região Metropolitana assumam a outra metade, garantindo uma fonte permanente para a manutenção do programa do Passe Livre Estudantil.”

Marconi fez questão de ressaltar que o assunto começou na ser discutido bem antes das manifestações estudantis em defesa do passe livre ocorridas no ano passado. “Felizmente nós já tivemos a oportunidade de dar respostas concretas e definitivas a toda a população do nosso Estado. Nos próximos quatro anos fica garantido o funcionamento do passe livre estudantil na Região Metropolitana”, garantiu.

Na mesma solenidade, assinou decreto que cria o Grupo de Trabalho para instituição, implantação e implementação do programa Goiás Sem Fronteiras. O programa tem como objetivo financiar bolsas de estudos a jovens no exterior. Na solenidade, o governador esteve acompanhado do vice-governador, José Eliton, secretários, deputados e assessores da administração.

Fonte: DM (Helton Lenine)