5 de novembro de 2014

Novo estádio recebe gramado




O Estádio Olímpico foi demolido em 2006 para que pudesse ser construído o Centro de Excelência

As obras do futuro Centro de Excelência do Esporte, na Avenida Paranaíba, no Centro de Goiânia, estão bem adiantadas. No início desta semana, a Agetop (Agência Goiana de Transportes e Obras) iniciou o plantio do gramado do Estádio Olímpico, que faz parte do complexo esportivo juntamente com o Ginásio de Esportes, Parque Aquático e Laboratório de Capacitação e Pesquisa.

O gramado que está sendo plantado é do tipo bermuda celebration, a mesma do Serra Dourada, o que facilitará a adaptação dos clubes goianos que são acostumados a jogar na principal praça de Goiânia.

Com capacidade para 12 mil expectadores, o novo Olímpico deverá ser inaugurado ainda este ano. Além de poder receber jogos de futebol, o estádio terá pista de atletismo com cobertura e padrão internacional, o que irá facilitar a política de incentivo ao desenvolvimento do atletismo. O piso da pista de atletismo foi importado da Alemanha.

O novo Olímpico terá arquibancada coberta e 12 cabines para a imprensa. O local, segundo anunciou recentemente o governador Marconi Perillo, vai contar com um museu do esporte goiano – com destaque para o futebol. As obras foram orçadas em R$ 40,3 milhões.

Quando for inaugurado, o Olímpico poderá ser utilizado por Goiás, Vila Nova, Atlético e Goiânia no Campeonato Estadual. A Federação Goiana de Futebol (FGF) pretende designar partidas do Goianão 2015 para a nova prova esportiva, principalmente se o Serra Dourada passar por reforma no primeiro semestre do ano que vem.

O Estádio Olímpico foi demolido em 2006 para que pudesse ser construído o Centro de Excelência. (Edivaldo Barbosa)

Fonte: Jornal O Hoje