11 de novembro de 2014

Goiânia-Anápolis: corredor empresarial e residencial


O governo apresentará o projeto do criar o Eixo Tecnológico entre Goiânia e Anápolis. Ainda em fase inicial de estudos, prevê a instalação de polos empresariais e de condomínios residenciais entre as duas cidades, que envolverá também os municípios de Terezópolis, Goianápolis, Nerópolis, Campo Limpo e Ouro Verde. Na prática, caso a iniciativa privada compre a ideia e invista na abertura de empresas e construção de condomínios residenciais, o projeto tem potencial de tornar a BR-060 entre Aparecida, Goiânia e Anápolis em uma grande avenida a médio e longo prazos.

“Este projeto transformará a Região Central do Estado, que concentra o maior PIB do Centro-Oeste brasileiro. É uma proposta que pretende instaurar um novo modelo de desenvolvimento, com geração de emprego, muita tecnologia, qualidade de vida a baixo impacto ambiental”, diz o secretário Leonardo Vilela (Segplan). O estudo contemplará levantamento de dados e informações sobre a área e formas de atrair o interesse de investidores privados para a implantação de empresas de tecnologia e de condomínios residenciais.

A Módulo BR ganhou a licitação (R$ 150 mil) para desenvolver e entregar o estudo em quatro meses. Diretor da empresa, Antônio Rebelo diz que o estudo se vale de experiências internacionais. “Essa região contempla todos requisitos desse novo modelo de desenvolvimento por ter distância próxima entre as cidades, proximidade com a capital federal, localização geográfica privilegiada do ponto de vista logístico e ambiental. Possui ainda centros produtivos importantes em agronegócio, farmacologia e aeronáutico, além de ser servido de boa base universitária”, frisa.

Fonte: Jornal O Popular