28 de outubro de 2014

PSB pode lançar Vanderlan à Prefeitura de Goiânia


Com a vitória do governador Marconi Perillo (PSDB) no segundo turno, o primeiro turno das eleições trouxe, além de Iris Rezende (PMDB), dois outros candidatos à cena política, Vanderlan Cardoso (foto) e Antônio Gomide (PT). Ambos os políticos contabilizaram 14% e 10% nas urnas, respectivamente, e vieram representando uma oposição que não se uniu em prol de um único projeto político. A opção por candida-turas independentes resultou em campanhas com coligações pequenas e também chapa pura, como no caso do PT.

Vanderlan Cardoso (PSB) veio de uma gestão de sucesso à frente da prefeitura de Senador Canedo, porém acumulou duas derrotas ao governo do Estado de Goiás. Sem um caminho político ainda definido, Vanderlan Cardoso deve estudar a estrutura do partido e o fortalecimento das eleições de 2014 para que possa traçar um futuro político. As especulações políticas já o colocam como possível candidato a Prefeitura de Goiânia, em 2016.

Após o primeiro turno, Vanderlan permaneceu focado nos assunto empresariais, também visitando suas empresas em outros Estados. No momento, Vanderlan evita se posicionar sobre o futuro político, mas seu nome é relacionado ao próximo pleito eleitoral, já que teve a oportunidade, durante duas disputas, de se apresentar como político no cenário goianiense. Sem Paulo Garcia (PT) que já exerce a reeleição novos nomes surgem para a vaga, incluindo o do empresário.

Com o terceiro lugar em Goiás e em Goiânia, com 24,3% dos votos válidos, Vanderlan Cardoso não descarta a possibilidade de disputar a Prefeitura de Goiânia, em 2016. Em fala breve com a reportagem do Diário da Manhã o empresário disse que a prioridade é estruturar o partido no maior número de municípios com foco em 2016 para que a sigla possa lançar candidatos a prefeitos e vereadores. Quando a própria candidatura Vanderlan também foca no projeto, porém disse que reuniões serão feitas para trabalharem para as eleições municipais.

Fonte: DM