30 de outubro de 2014

Multas para infrações de trânsito sofrem aumento de até 900%


Novos valores começam a valer a partir de 1º de novembro

Os motoristas que se arriscam em manobras perigosas nas ruas e estradas brasileiras terão que lidar com um aumento “salgado” nas multas para estas infrações. A partir de 1º de novembro os condutores infratores terão que arcar com valores até 900% mais altos do que os cobrados atualmente.

A lei federal nº 12.921 que prevê o aumento nos valores de multas tem o intuito de reduzir os números de acidentes nas estradas e vias brasileiras provocados por direção irresponsável. As infrações que sofrerão o aumento são: Ultrapassagem em lugar proibido, ultrapassagem pelo acostamento, forçar ultrapassagem perigosa e disputar corrida (racha).

Todas as infrações renderão aos motoristas, além de uma multa alta, sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). A pena para os condutores que ocasionarem acidentes por embriaguez ou uso de drogas também foi elevada. A punição será de 2 a 4 anos de detenção.

A nova lei também altera a punição para condutores que forem pegos participando de rachas. A multa que antes era de R$ 574,62 vai sofrer um aumento de 233% e passará a custar R$ 1.915,40. Além disso, a simples participação na corrida renderá uma detenção de no mínimo 6 meses e pode chegar a 10 anos caso aconteça algum acidente com vítima fatal.

Confira abaixo a tabela com os novos valores: