21 de outubro de 2014

Gomide tem candidatura impugnada pelo TRE


O TRE ainda não se pronunciou sobre a realização ou não do segundo turno no domingo

O Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO) considerou procedente o pedido de indeferimento de candidatura do ex-candidato ao governo do Estado pelo Partido dos Trabalhadores (PT), Antônio Gomide, devido às irregularidade nas contas da prefeitura de Anápolis de 2010. A votação aconteceu na tarde desta segunda-feira (20) e a decisão foi unânime.

Assim sendo, os votos recebidos por Gomide no primeiro turno das eleições 2014 podem ser considerados inválidos.

Vice

No dia 4 de outubro, o também ex-candidato a governo de Goiás Alexandre Magalhães (PSDC) protocolou a impugnação das candidaturas de Antônio Gomide e Zé do Carmo, candidatos a governador e a vice-governador, respectivamente, por suposto descumprimento do prazo para substituição do vice na chapa.

O requerimento de impugnação foi feito com base na possibilidade de Zé do Carmo, escolhido para ser vice de Gomide após desistência de Tayrone Di Martino, não ter desincompatibilizado do cargo de professor da Universidade Federal de Goiás (UFG) em um prazo de 90 dias antes do pleito, conforme prevê a legislação eleitoral. O pedido de renúncia  de Tayrone Di Martino foi protocolizado no TRE já no fim da tarde de 1º de outubro, reta final da corrida eleitoral.

O TRE julgou regulares tanto o prazo para a substituição, quanto o licenciamento de José do Carmo das funções públicas, que é professor da UFG.

O  TRE ainda não se pronunciou sobre a realização ou não do segundo turno no domingo.

Fonte: Jornal O Hoje (Tatiane Fernandes)