2 de setembro de 2014

Mundial de moto deve gerar R$ 30 milhões a Trindade


O município de Trindade será sede da penúltima etapa do Campeonato Mundial de Motocross (MXGP) neste final de semana. O evento deve atrair cerca de 40 mil pessoas durante os dois dias do evento e, segundo um estudo dos realizadores, o mundial injetará cerca de R$ 30 milhões na economia da região.

Cada turista deve desembolsar em média R$ 1.500 durante os dias do evento esportivo. Os gastos são distribuídos entre estadia, restaurantes, bares, ingressos, locação de carros, táxis, vans entre outros.

O superintendente de Turismo de Trindade, Fabrício Reis, revela que as pousadas e hotéis da cidade já estão lotados. “A procura é tão grande que as posadas já estão todas quase cheias. Alguns grupos que organizaram excursões já estão procurando chácaras fora da cidade, porque não encontraram lugar para ficar”, diz.

Outro ponto positivo levantando por Fabrício é a criação de empregos temporários. A maior procura, segundo ele, é por profissionais bilíngues. “Para a recepção do evento foram contratadas mais de 450 funcionários. E eu tenho a informação que os hotéis e restaurantes também contrataram cerca de 60 pessoas para o final de semana. Quase todos profissionais bilíngues”, comenta.

O mundial será transmitido para mais de 150 países simultaneamente e vários jornalistas de “todas as partes do mundo farão a cobertura. Isso, com certeza, irá movimentar ainda mais a economia do município”, relata o superintendente.

Turistas buscam vagas em cidades vizinhas

O representante do Circuito Fé no Coração do Brasil (iniciativa para potencializar o turismo em Trindade), Marcos Lúcio Vaz, comenta que as pousadas e hotéis já estão realmente quase todas lotadas, mas não apenas pelo evento esportivo. De acordo com ele, apenas 30% das reservas são voltadas para o motocross. “Temos um turismo religioso muito forte, e a grande maioria das ocupações vêm destes turistas”, ressalta.

Marcos define o turista que vem para o mundial como “diferente”. “É um tipo de turista mais aventureiro. Se ele não encontra lugar nos hotéis ou nas pousadas, ele procura algum albergue, ou acaba acampando pela cidade”.

Além disso, muitos procuram vagas em cidades vizinhas, ou até na capital. “Esse é o caso das equipes e pilotos de motocross, porque muitos irão se hospedar em Goiânia, mesmo ficando a 28 quilômetros de distância”, comenta.

Restaurantes

Outro segmento que irá se beneficiar com o evento esportivo em Trindade é o de alimentação. Além de participar do Circuito Fé no Coração do Brasil, Marcos Lúcio Vaz também possui um restaurante. “Prevendo um movimento considerável nos dias do mundial, nós contratamos alguns diaristas. Aumentamos em 10% o número de funcionários e também trouxemos uma recepcionista que fala vários idiomas”. (P.N.)

Fonte: Jornal O Hoje