19 de setembro de 2014

Lei proíbe construção de prédios nas proximidades do Jardim Botânico


Autor da matéria defende que o texto visa preservar o meio ambiente e evitar a especulação imobiliária na região

Projeto de lei complementar, que proíbe a construção de prédios nas proximidades do Jardim Botânico, em Goiânia, foi sancionado nesta quinta-feira (18/9) pelo prefeito Paulo Garcia (PT). A matéria de autoria do vereador Paulo Magalhães, do Solidariedade, havia sido aprovada na Câmara Municipal no dia 29 de agosto deste ano. O vereador pediu ao prefeito que sancionasse o projeto alegando que a proposta defende o meio ambiente e visa preservar uma área verde de aproximadamente 600 metros na região, incluindo quadras nos setores Jardim das Esmeraldas e Pedro Ludovico.

O projeto de sancionado altera o plano diretor da capital e o planejamento urbano para a região próxima ao Botânico. "Na verdade, por ser um bairro antigo, o Setor Pedro Ludovico possui em boa parte ruas estreitas e vielas, sendo uma região que já sofre impacto de trânsito causado pela sede de uma faculdade. A construção ali de grandes edificações verticais poderia causar não só impacto grave no trânsito como uso excessivo do subsolo, comprometendo o lençol freático e suas consequências perigosas”, justificou Paulo Magalhães.

O parlamentar ainda acrescentou que” a infraestrutura ali existente não suportaria grandes empreendimentos”. A lei complementar entrará em vigor assim que for publicada no Diário Oficial de Goiânia.

Fonte: Portal 730
Foto: Rodrigo Kono