10 de setembro de 2014

Audiência pública vai debater extinção do zoológico de Goiânia


Foi aprovado nesta terça-feira (9/9) requerimento do vereador Zander Fábio, do PSL, propondo a realização de uma Audiência Pública para discutir projeto de sua autoria que prevê a extinção do Zoológico de Goiânia e está em tramitação na Câmara Municipal de Goiânia. O debate deverá acontecer no próximo dia 19/09 das 9 às 12h, no Auditório Carlos Eurico, na sede do Legislativo Goianiense.

Por outro lado, o vereador pediu ao Prefeito Paulo Garcia, do PT, e ao Diretor do Parque Zoológico, Raphael Cupertino, que em função do projeto de lei que legitima a extinção do referido Parque, que seja expedida “moratória”, para impedir a cobrança das taxas de entrada e visitação do Zoológico e também a realização de qualquer obra no local.

O vereador quer impedir ainda a compra, venda, troca, doação, cessão, recebimento e encaminhamento de qualquer animal, até que seja finalizada a tramitação do projeto em discussão, bem como a realização de experiência científica e ou qualquer outro ato médico veterinário que assim possa ser considerado e que imponha risco à vida e integridade dos animais.

Zander lembra que apresentou o projeto que visa extinguir o Parque Zoológico da Capital, em face, segundo ele, “da evidência de maus tratos diretos e indiretos sofridos pelos animais ali segregados , da denúncia de ocorrência de possível tráfico de animais e experimentação científica; da contaminação do lençol freático da região e do próprio risco à segurança dos visitantes e da comunidade, em razão da estrutura do local e da incompatibilidade da área em que se faz situado.” A proposição prevê que o Zoológico deve ser extinto no prazo de 12 meses sendo respeitada a readaptação dos animais e a reestruturação ambiental do local.

Questionamentos

Em outro requerimento, o parlamentar pede informações ao Diretor do Zoológico, Raphael Cupertino como : qual o custo mensal com alimentação e medicação utilizada para o trato dos animais e quantos funcionários atuam no Parque, qual a qualificação profissional dos mesmos e sua área de atuação no local?

O vereador quer saber também quantos animais compõem o plantel existente hoje, quais seriam as espécies e idade de cada um; em que data teriam sido adquiridos e por qual via se fizera essa aquisição e ainda quantos animais nasceram e quantos vieram a óbito desde o ano de 2009 até hoje e qual seria a data e a causa “mortis” de cada animal
A direção do Zoológico deve responder a estas indagações até o dia 18/09, data que antecede a Audiência Pública e deve também ser notificado, segundo requerimento de Zander, a fornecer no prazo de 30 dias, a cópia dos seguintes documentos: fichas de necropsias e laudos histopatológicos dos animais mortos desde 2009 até a presente data e na falta dos mesmos, laudo do veterinário atuante.

Também deve ser apresentado o último relatório de vistoria e fiscalização realizado pelo IBAMA o último laudo pericial realizado pelo Ministério Público de Goiás, através do CAO do Meio Ambiente; último laudo da Universidade Federal de Goiás-UFG, referente ao controle sanitário do Parque e a conservação das instalações e por último, relatório atualizado das atividades realizadas no Zoológico de Goiânia.

Fonte: Ascom/Câmara Municipal - Portal 730