21 de julho de 2014

Governo promete investir R$ 140 milhões em segurança até o fim do ano


A Secretaria da Segurança Pública de Goiás (SSPGO) anunciou nesta segunda-feira (21/7) que ao menos R$ 140 milhões serão investidos até o fim do ano em infraestrutura e equipamentos para as forças que compõem a pasta. A autorização foi assinada nesta pelo governador Marconi Perillo, que despachou pessoalmente no gabinete do secretário Joaquim Mesquita. Na oportunidade, foi apresentado ao governador um balanço das ações recentes e o planejamento da SSPGO para até o final do ano.

Do total de recursos disponíveis, R$ 107 serão investidos em obras e equipamentos (R$ 68 milhões são do governo do Estado e R$ 39 milhões oriundos de convênios com o governo federal). De acordo com o secretário Joaquim Mesquita, anualmente o governo estadual investe cerca de R$ 1,6 bilhão na Segurança Pública. “As coisas estão acontecendo, são vultosos os investimentos, a segurança púbica trabalha com investimento”, completou o governador Marconi Perillo.

Os recursos terão destinações diversas. Entre as obras, estão construções de estruturas da Polícia Científica e Centrais de Comando e Controle no Entorno do Distrito Federal além de novas bases para a Polícia Militar, por exemplo. Também serão adquiridos equipamentos para o setor de Inteligência da SSPGO, para a Polícia Técnico-Científica, 60 motocicletas para a Polícia Militar, 60 câmeras de videomonitoramento, entre outros.

Além dos R$ 107 milhões, outros R$ 33 milhões serão investidos até o fim do ano no Programa Goiás Biométrico. Os valores são fruto de financiamento da SSPGO junto ao Banco do Brasil. A licitação foi realizada e a assinatura do contrato com a empresa vencedora deve ocorrer em até duas semanas.

De acordo com o chefe de gabinete da SSPGO, Rogério Santana, o Goiás Biométrico permitirá a digitalização dos dados civis e criminais de todos os cidadãos goianos. Por meio do cadastramento de digitais, face e palma dos cidadãos será possível agilizar a emissão de documentos, controlar os cadastros de benefícios sociais e da folha de pagamento do Estado. A primeira via de uma carteira de identidade, por exemplo, poderá ser emitida em menos de uma semana.

Nos R$ 140 milhões não estão somados os recursos para renovação da frota da SSPGO. Ainda em agosto, as forças policiais receberão 2.141 novos veículos. A novidade é que 643 veículos modelo Gol hoje utilizados pela PM serão substituídos por modelos station wagon (tipo Palio Weekend), já com habitáculo para presos.

Todas as viaturas serão monitoradas, permitindo à SSPGO acompanhar o posicionamento delas em tempo real. “Mesmo com aumento de 232 veículos em relação ao contrato atual e ao monitoramento integral, conseguimos economizar R$ 328 mil por mês”, explicou a superintendente de Gestão, Planejamento e Finanças, Luciana Daher.

Durante o expediente na SSPGO, o governador Marconi Perillo aproveitou para vistoriar as obras do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), cujo andamento está adiantado. Na edificação, que terá 6 mil metros quadrados, serão concentradas atividades da Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros. No mesmo local funcionará a central, que reunirá em um mesmo ambiente as imagens das câmeras de segurança e o posicionamento das viaturas e dos presos que utilizam tornozeleiras eletrônicas.

O governador recebeu, ainda, um balanço das atividades recentes das forças que compõem a SSPGO. Na área de Inteligência, informou o superintendente Marcelo Aires, foram investidos R$ 22 milhões com treinamento e equipamentos (inclusive a aquisição de um drone). Na Polícia Civil, o delegado-geral João Carlos Gorski anunciou que a Central de Flagrantes estará pronta até o fim do ano. O comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Carlos Helbinger Júnior, relatou que a corporação construiu 12 novas unidades desde 2011.

Já o comandante-geral da PM, coronel Sílvio Benedito Alves, apresentou ao governador o programa de Policiamento de Quadrantes, que será implantado em Goiânia a partir da formatura dos 1.100 novos policiais militares que estão em treinamento na Academia da corporação, previsto para setembro. Nessa modalidade de policiamento, os bairros da capital foram divididos em áreas menores. Cada uma delas terá uma equipe responsável pelo policiamento diário.

“Será com esse trabalho, esse investimento e essa atuação que nós vamos reduzir os índices de homicídios e criminalidade que tanto incomodam a população.” Já o secretário Joaquim Mesquita enalteceu a importância da presença do governador na Secretaria. “Foram decididos vários assuntos de muita importância. Os investimentos fazem parte do Programa Goiás Cidadão Seguro, que foi implantado há cerca de dois anos, e tenho a convicção de que já temos resultados e teremos ainda melhores”, disse.

Fonte: Portal 730
Foto: Lailson Damasio