31 de julho de 2014

Goiânia, a capital do automobilismo


Prova do Brasileiro de Turismo, corrida milionária da Stock Car e reedição do Mercedes-Benz Challenge reúnem quase uma centena de pilotos no autódromo

Goiânia ganha, a partir de hoje, o título de capital nacional do automobilismo. O Autódromo Internacional Ayrton Senna recebe quase uma centena dos melhores pilotos de carros do Brasil para o único evento de todo o calendário esportivo de 2014 que vai reunir em uma mesma programação corridas da Stock Car, do Campeonato Brasileiro de Turismo e do Mercedes-Benz Challenge. Todos os carros estarão na pista a partir de amanhã, dia dos primeiros treinos livres. A expectativa é que 60 mil pessoas compareçam no domingo para prestigiar as provas.

O renovado autódromo não é novidade para nenhuma das três competições. O próprio Brasileiro de Turismo marcou a reinauguração do circuito após a reforma empreendida nos primeiros meses do ano. As corridas disputadas em 31 de maio e 1º de junho tiveram como vencedor o gaúcho Márcio Campos, da equipe Sicredi Racing. O evento também marcou, em rodada dupla, a quarta etapa da Stock Car, com vitórias do tocantinense Felipe Fraga, piloto da Vogel Motorsport, e do paulista Thiago Camilo, da RCM-Ipiranga.

No dia 8 de junho, o também repaginado Mercedes-Benz Challenge cumpriu no traçado goiano de 3.835 metros a segunda etapa de sua temporada. A categoria CLA 45 Cup, que congrega os novos carros CLA 45 AMG da fábrica alemã, teve o paulista Fernando Fortes, da J. Star Racing, como vencedor. Na C250 Cup, que mantém na pista os carros C250 Turbo que compuseram de 2011 a 2013 os três primeiros anos da história do campeonato, o primeiro degrau do pódio foi do também gaúcho Luiz Sérgio Sena Júnior, competindo pela WCR.

O Brasileiro de Turismo volta a Goiânia calçado no equilíbrio proposto pela classificação do campeonato. O líder mineiro Edson Coelho, da RSports, soma 75 pontos, um a mais que seu companheiro de equipe paranaense Pedro Boesel, vice-líder. Campos, em terceiro, tem 70. A corrida de sábado, com duração de 25 minutos mais uma volta, vale 15 pontos ao vencedor; a de domingo, com 35 minutos e uma volta, vale 24. Com 39 pontos em jogo, são 12 os pilotos que podem finalizar a disputa goiana na liderança da temporada.

O Mercedes-Benz Challenge, com grid estimado de 36 carros, tem o paulista Arnaldo Diniz, da Comark-Hot Car, como líder da CLA 45 Cup. Ele soma 53 pontos, 12 a mais que seu conterrâneo Fernando Amorim, da RSports, vice-líder. A 250 Cup é liderada por Sena, com 41 pontos, três à frente do vice-líder paulista Peter Michael Gottschalk, da Paioli Racing.

Na Stock Car, a liderança é do paulista Marcos Gomes, da Nova Schin Racing, com 64 pontos, dois à frente do paraibano Valdeno Brito, da Shell Racing. A prova da Stock Car será a oitava das 21 previstas no calendário – nove etapas compreendem rodadas duplas. Trata-se da Corrida do Milhão, que premia o vencedor com R$ 1 milhão.

A primeira edição da prova, em 2008, aconteceu no Rio de Janeiro, com o prêmio, que foi conquistado por Brito, sendo pago em dólares. Em 2010, na pista paulista de Interlagos, a vitória foi do paulista Ricardo Maurício. Camilo embolsou os milhões da prova em 2011 e 2012 e o paranaense Ricardo Zonta foi o piloto milionário de 2013.

Fonte: Jornal O Hoje (Luiz Redação)