20 de julho de 2014

Com corrida em circuito de Goiânia, Brasil deve voltar à MotoGP em 2015


Declaração é de presidente da Dorna, dona dos direitos comerciais da categoria. Etapa deve ocorrer em setembro, em dobradinha com Argentina

De acordo com Carmelo Ezpeleta, o presidente da Dorna (a dona dos direitos comerciais da MotoGP) a categoria deve disputar um novo GP em 2015: o do Brasil, fazendo o calendário passar de 18 para 19 provas. Contudo, diferentemente do que vinha sendo planejado, a corrida não será realizada em Brasília, e sim em Goiânia, no autódromo Ayrton Senna. De acordo com a organização, com alguns ajustes na agenda atual, a etapa deverá ocorrer em setembro, em uma dobradinha com o GP da Argentina.

- A pista está pronta em Goiânia. Em Brasília as reformas não começaram até hoje. Daí a mundaça de local – disse Carmelo à revista alemã "Speedweek".

O Brasil chegou a fazer parte do calendário de 2014, mas o autódromo de Brasília nao ficou pronto. O Mundial de Motovelocidade não tem uma etapa em solo brasileiro desde 2004, quando foi disputada a última das nove provas realizadas no extinto autódromo de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro – hoje demolido para dar lugar ao Parque Olímpico dos Jogos do Rio 2016. Antes disso, o país já havia sediado uma prova no circuito de Interlagos em 1992, além de três provas em Goiânia entre 1987 e 1989. Ná época, as temperaturas chegaram aos 45 graus centígrados em setembro.

Fonte: Sport TV