18 de junho de 2014

Obra física do Hugo 2 será concluída até 10 de julho


Até 10 de julho, toda a obra física do Hospital de Urgências da Região Noroeste (Hugo 2) estará concluída. A unidade será a segunda em Goiás que será gerida por uma Organização Social (OS)  desde o início do funcionamento. A primeira foi o Centro de Reabilitação e Readaptação dr Henrique Santillo (Crer), hoje referência e comparado ao Hospital Sarah Kubitscheck, em Brasília. O processo de seleção da OS deve ser concluído na semana que vem.

As informações são do presidente da Agetop, Jayme Rincón. Segundo ele, no próximo dia 27, o governador fará nova visita ao hospital. “Não será a inauguração e, sim, uma visita técnica, embora as obras estejam praticamente concluídas e grande parte dos equipamentos adquirida. O primeiro tomógrafo já está na unidade. A previsão é de que o hospital esteja com todos os equipamentos instalados e comece a funcionar por etapas, seguindo orientação da Organização Mundial de Saúde.

Nesta terça-feira, 17, o governador Marconi Perillo esteve na obra e, atendendo a um convite dos operários, acompanhou no local o empate de 0X0 entre o Brasil e México. Durante o intervalo do jogo, visitou as instalações. “É a mais importante obra realizada nos últimos anos,  nas últimas décadas,  e estou satisfeito com  o trabalho dos operários na construção do hospital, que irá salvar vidas em Goiás”.

As obras do Hugo 2 começaram no ano passado. Foram investidos mais de R$ 57 milhões, recursos do Tesouro Estadual. Além de 360 leitos, 5 pavimentos de enfermarias para internação, 10 leitos de observação e 40 de UTIs, o hospital vai atender urgências, emergências e casos de queimadura.  A unidade, construída na saída para a GO-070, pela facilidade de acesso, terá 51 mil metros quadrados de área construída em um espaço superior a 70 mil metros quadrados.











Fonte: Goiás Agora