27 de junho de 2014

Nota de Esclarecimento do Piquiras


Piquiras divulga nota de esclarecimento sobre o armazenamento de alimentos vencidos e impróprios para o consumo nas dependências da unidade Marista.

Veja na íntegra:

Ao longo destes 29 anos, o Piquiras tornou-se a marca gastronômica mais tradicional da cidade, referência em todo país pela qualidade de seus profissionais e excelência na elaboração dos pratos.

Em visita técnica realizada pelo PROCON no dia 12 de junho, foram encontrados alimentos vencidos e impróprios para o consumo nas dependências da unidade Marista. Primeiramente, é preciso ser esclarecido que a câmara fria onde foram encontrados não fica em nossa cozinha, e sim no estacionamento. Pela lógica, tais alimentos não seriam utilizados na preparação dos pratos. Em segundo lugar, a maior parte das carnes encontradas, que inclusive ainda estavam condicionadas nas caixas de papelão originais, eram “linguiças de metro”, compradas em excesso para nossa unidade na Pecuária. Vale ressaltar que este é um item exclusivo da Festa Agropecuária de Goiânia, com vencimento em 10/06, muito depois do fim deste evento. Não há nenhum prato em nosso cardápio do Setor Marista que usa a “linguiça de metro” como ingrediente.

Temos um restaurante e bar com movimento intenso e, em virtude das melhores práticas atuais de gestão, trabalhamos com estoque mínimo, evitando vencimento de mercadorias e melhorando a saúde financeira da empresa. Nossas cotações e compras de mercadorias são feitas semanalmente e todo fim de semana terminamos no limite.

Dos demais itens averiguados, grande parte foi apreendida por não constar nenhuma identificação, a maioria sendo queijos, que são fracionados aos poucos. Ao se abrir uma barra de mussarela, por exemplo, o cozinheiro deve etiquetar o restante a ser armazenado com a data em que foi aberto e colocar a validade a partir daquele dia. Talvez pelo costume do alto giro, deixaram de datar esses queijos, certos de que seriam consumidos até antes do prazo, como de praxe. Toda a equipe da cozinha e de compras foi advertida e passará por uma reciclagem de treinamentos. É certo que a confiança não pode ultrapassar os limites do que a lei estabelece.

Lembrando que fomos fiscalizados pelo PROCON. O órgão que realmente averigua as condições e inspeciona uma cozinha é a Anvisa (Vigilância Sanitária) e, há mais de 5 anos, não recebemos uma autuação qualquer. Sempre que visitados temos mais de 85% de conformidade, sendo restaurante modelo em Goiânia neste quesito.

Acreditamos que o trabalho do PROCON é louvável, o consumidor precisa ter o seu direito respeitado, entretanto também é preciso que os fatos sejam apresentados como eles realmente são.

E diante da verdade apresentada nesta nota, convidamos você para conhecer a cozinha de todas nossas unidades, bem como nossas boas práticas de produção e armazenamento de alimentos. Será um prazer recebê-lo(a) em nossas dependências e provar porque tornamos um dos restaurantes mais tradicionais da cidade. Esperamos a sua visita!

Fonte: Goiânia - No Coração do Brasil