18 de junho de 2014

Goiânia:após série de homicídios, PM intensifica abordagens a motociclistas


31 pessoas foram assassinadas em 4 dias

Diante do elevado número de homicídios registrados em Goiânia nas últimas semanas e considerando que a maioria dos criminosos utilizou motocicletas como veículo de fuga após executar as vítimas, a Polícia Militar (PM) deflagra, a partir desta quarta-feira (17/6), a Operação Prioridade Duas Rodas.

A concentração das equipes será realizada às 9 horas na sede do Comando do Policiamento da Capital, no centro.

Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP-GO), 31 homicídios foram registrados na capital entre os dias 12 e 16 de junho. Entre as vítimas, estão mulheres, a maioria jovens.

O fato de algumas das vítimas terem sido mortas em situações semelhantes, abordadas por motociclistas, fez com que o boato de que haveria um assassino em série agindo em Goiânia ganhasse força.

Boato 
O assunto tomou conta das redes sociais ainda no final de maio, quando áudios sobre a possível existência de um "serial killer" na capital passou a circular no aplicativo de mensagens WhatsApp.

Desde o início, a Polícia Civil mantém a versão de que não há indícios de um assassino em série. O delegado titular da Delegacia de Homicídios, Murilo Polati, afirmou, inclusive, que alguns casos já estavam sendo esclarecidos. "São situações isoladas", defendeu.

De acordo com a PM, dos 31 homicídios registrados em Goiânia nos últimos quatro dias, cerca de 70% das vítimas possuíam reincidência criminal e mais de 60% tinham envolvimento com o uso e o tráfico de drogas. Ainda em relação a esses crimes, 78% dos autores utilizaram motos para fugirem do local do homicídio.

A operação
Também segundo a polícia, o foco da ação é intensificar a abordagem a motociclistas em atitudes suspeitas. erão empregados na Operação policiais militares de todas as unidades da PM na Capital, principalmente as especializadas.

A partir das 9 horas desta quarta, serão intensificados bloqueios e abordagens.

Fonte: A Redação