13 de junho de 2014

Durante partida de estreia, Goiânia para


Com liberação do trabalho na parte da tarde, muita gente correu para acompanhar jogo

Ruas cheias, trânsito tumultuado e lento entre meio-dia e 13 horas, e uma cidade vazia três horas depois. Estes foram os cenários de Goiânia ontem, horas antes da partida de estreia da Copa do Mundo, entre Brasil e Croácia, e depois do jogo.

Grande parte das empresas liberou seus funcionários para assistirem à partida com familiares e amigos, e o que se viu no final da manhã e começo da tarde foi um corre-corre para a garantia do melhor lugar para acompanhar a partida em que o Brasil sagrou-se campeão por 3 a 1 (leia mais na pag. 11). Pouco tempo depois, a cidade ficou deserta. Avenidas que recebem um grande fluxo de veículo entre 17 e 18 horas, como a 85, T-63, Goiás e Araguaia, estavam praticamente vazias nesse horário.

Funcionária de uma loja de artigos para presentes, Leandra de Sousa Lima, 29 anos, estava surpresa. “Há mais ou menos duas horas estava aqui na porta e o movimento era intenso. Pensei até que não conseguiria chegar em casa a tempo para acompanhar a partida, mas, pelo visto, nem vai ser tão difícil assim”. A loja fica na Avenida Goiás, no Centro da cidade, e o movimento no local parecia com o de um domingo, segundo a própria funcionária. “Hoje está parecendo os dias que viemos para fazer balanço, aos domingos. Fiquei surpresa com a rapidez das pessoas para esvaziarem a cidade em tão pouco tempo.”

Em um dos horários de maior movimento nas ruas e avenidas, por volta das 18 horas, poucos veículos nas ruas. Até os ônibus funcionaram com planilha diferenciada durante a partida. Hoje, as linhas voltam a funcionar normalmente. De acordo com a Companhia Metropolitana de Transporte Coletivo (CMTC), o esquema foi alterado por causa das despensas das empresas e órgãos públicos. O mesmo deverá ocorrer nos próximos jogos da seleção na primeira fase, nos dias 17 e 23 de junho. A atendente de telemarketing Juliana Alves de Assis, 23, aguardava um ônibus da linha 017 na Avenida Araguaia. “Estou esperando há 20 minutos, mas os ônibus estão vazios.”

Engarrafamentos

Congestionamentos chegaram a ser registrados no final da manhã nas principais avenidas da capital, principalmente no sentido centro-bairro. Segundo a Secretaria Municipal de Trânsito (SMT), o aumento no movimento era esperado por causa da liberação quase simultânea de empresas e órgãos públicos. Nenhum acidente grave foi registrado nas ruas e avenidas da capital. Apenas pequenas colisões e outros transtornos.

As avenidas 85, Marginal Botafogo, T-1 e T-63 foram as que registraram maior movimento. Na marginal, um acidente envolvendo três veículos deixou o trânsito lento no início da tarde. Nas proximidades da construção do viaduto da GO-080, o trânsito também ficou complicado por volta das 13 horas.

Fonte: Jornal O Hoje