26 de junho de 2014

Desligamento do sinal analógico começará em 2016


Desligamento era aguardado ansiosamente pelas operadoras móveis que pretendem disputar o leilão da faixa de 700 MHz

O Ministério das Comunicações publicou nesta segunda 23, o cronograma de desligamento da TV analógica (switch-off), o que era aguardado ansiosamente pelas operadoras móveis que pretendem disputar o leilão da faixa de 700 MHz porque mostra onde e quando a faixa estará disponível.

Embora o governo tenha flexibilizado o prazo para o desligamento, que se inicia em 2015 e termina em 2018, no primeiro ano, 2015, está previsto apenas um desligamento-piloto na cidade de Rio Verde/GO.

Depois, em 2016, entram as principais capitas: Brasília (3 de abril); São Paulo (15 de maio); Belo Horizonte (26 de junho); Goiânia (28 de agosto); e Rio de Janeiro (27 de novembro).

Durante o ano de 2017, entram Salvador, Fortaleza, Recife e Vitória; interior do Rio de Janeiro; e no interior de São Paulo: Campinas, Ribeirão Preto, Vale do Paraíba, Santos, São José do Rio Preto, Bauru e Presidente Prudente.

As demais capitais do Nordeste e as capitais do Norte foram distribuídas entre 29 de julho e 25 de novembro, prazo final também para as demais cidades do país.

Veja aqui a portaria do Minicom.

A publicação do cronograma gera algumas dúvidas entre empresas de radiodifusão.

Em primeiro lugar, cidades economicamente importantes, que dependem do switch off para a entrada do 4G, ficaram para a última etapa, como é o caso de Uberlândia/MG.

Outra dúvida é em relação ao desligamento das cidades cuja transmissão depende de outras. É o caso de Formosa/GO, por exemplo.

Não se sabe se o desligamento de Formosa deve ser feito junto com Brasília, ou se ficaria para 2018.

O setor de radiodifusão espera que o Minicom edite uma nova portaria que detalhe melhor o cronograma divulga nesta segunda, 23.

Fonte: Exame