13 de maio de 2014

UFG aprova adesão integral ao Sisu


Com a decisão, nota do Enem vai substituir o tradicional vestibular

A Câmara de Graduação da Universidade Federal de Goiás (UFG) reuniu 70 coordenadores dos cursos de graduação, com direito a voto, na tarde da ontem, e aprovou a proposta de adesão integral da instituição ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Na ocasião, alguns coordenadores apresentaram o posicionamento das unidades acadêmicas por eles representadas e a maioria absoluta votou favorável à proposta.

A nota do exame vai substituir o tradicional vestibular. A votação é resultado de uma série de debates que ocorrem na universidade desde 2013. Agora, a proposta aprovada segue para o Conselho de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura (Cepec), órgão de supervisão da universidade, responsável também por elaborar normas disciplinadoras do ingresso. O Cepec vai se reunir na próxima sexta-feira (16), para votar a proposta. Caso aprovada, o Sisu passa a ser adotado integralmente para o Processo Seletivo 2015/1. O processo seletivo do meio de ano não será afetado.

O sistema nacional utiliza nota do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) como processo de seleção. Com a adesão, o sistema será a principal porta de entrada para os estudantes que querem ingressar na Universidade. Atualmente, 50% das vagas são destinadas a esse tipo de ingresso, a outra metade é destinada ao vestibular tradicional.

O reitor da UFG, Orlando Afonso Valle do Amaral, em recente entrevista ao jornal O HOJE, afirmou que a tendência nacional é pela adoção do Sisu como principal porta de entrada das universidades mais tradicionais do País. Ele aponta que a principal vantagem dessa proposta é justamente o fato de ser unificado por todo o país, além disso, o processo já está consolidado como sistema de avaliação, com as falhas corrigidas, e acesso amplo. “Acho que a universidade só tem a ganhar se a decisão do colegiado assim decidir”, afirma.

Fonte: Jornal O Hoje