1 de maio de 2014

Áreas de comércio próximas da Feira Hippie deverão ser fiscalizadas e regularizadas


As áreas de comércio nas proximidades da Feira Hippie, no setor Norte Ferroviário de Goiânia, deverão ser fiscalizadas e regularizadas em um prazo de até seis meses. A decisão foi tomada pelo desembargador Amaral Wilson de Oliveira e publicada no site do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO), na terça-feira, 29.

De acordo com as informações a ação foi proposta Ministério Público, porque nas imediações da Praça do Trabalhador haveria um crescimento de atividades irregulares nos dias em que a Feira Hippie é realizada.

Conforme o MP existiria estabelecimentos comerciais funcionando sem alvará, ônibus de transporte clandestino prejudicando o trânsito na localidade aos sábados e domingos, além de ambulantes vendendo mercadorias irregulares.

Em uma tentativa de solucionar o problema, o TJ-GO requisitou à Prefeitura Municipal que seja promovido um esquema de fiscalização e interdição de estabelecimentos irregulares, além da apreensão de mercadorias.

O prazo dado pelo TJ-GO foi de no máximo seis meses. A Prefeitura ainda tentou aumentar esse prazo para um ano, mas o pedido foi negado.

Fonte: DM