15 de maio de 2014

Mais 95 ônibus vão incrementar frota do transporte coletivo


Medidas anunciadas podem resultar em incremento nas viagens. Programa foi dividido em quatro etapas, em todas as regiões da cidade

Desde ontem mais 14 ônibus passaram a atender Goiânia e a região metropolitana. Na semana que vem, outros sete veículos serão colocados nas linhas. Até junho, a expectativa é que esse número chegue a 95. Com isso, o número de viagens passará de 10 mil por dia para mais de 11 mil. Essa é uma das metas acertadas no pacote de melhorias para o transporte público após a definição da nova tarifa (de R$ 2,80, colocada em prática desde o dia 3). Ação foi apresentada ontem pela Companhia Metropolitana de Transporte Coletivo (CMTC) e Câmara Deliberativa de Transportes Coletivos (CDTC).

De acordo com o presidente da CDTC, João Balestra, o programa foi dividido em quatro etapas e vai beneficiar todas as regiões. Nessa primeira etapa, 737 novas viagens de 257 linhas já passam a reduzir o tempo de espera dos usuários. Na segunda etapa, serão acrescidas mais 332 viagens em toda rede. Na terceira e quarta etapas, que deve ocorrer no dia 28 de maio e 4 de junho, mais mil viagens serão acrescidas, sendo 500 em cada uma. “Assim, ao final, teremos mais 2.069 viagens para atender o cidadão. Sabemos que o serviço ainda é péssimo, mas primeiro precisamos chegar ao regular para, depois, avançar mais”.

Balestra acrescenta que estudos realizados em parceria com a CMTC identificaram que o déficit era de mil viagens diárias e os esforços se concentraram nesse sentido. Diretora técnica da CMTC, Cristina Maria Afonso explicou que negociações foram feitas com as empresas para que agilizassem manutenções e colocassem carros reservas nas ruas para garantia do atendimento dessa necessidade. “Mas é preciso deixar clara a necessidade da ampliação dos debates sobre o transporte. Não é queimando ou quebrando ônibus que se chega ao acordo. Dessa forma, mais ônibus ficam fora de circulação e prejudica o atendimento das linhas”.

Cristina acrescenta que os ônibus que vão incrementar a frota também fazem parte da frota reserva das empresas e que eles serão usados nesse momento. “Por isso a necessidade de manutenção por parte dos usuários.” Acrescenta que os organizadores de filas retornam aos terminais no dia 22. Ontem foram iniciadas as etapas de seleção de cerca de cem funcionários. O treinamento será neste sábado. “Essa pessoa passa a ter mais funções que apenas organizar filas. Ela vai ser um atendente de terminal e apoiar em diversas situações, incluindo na organização das filas”, esclarece.

Motoristas para atuarem nessas novas linhas também estão sendo contratados. Ao todo serão admitidos 275 profissionais. Para essa primeira etapa, 57 já estão prontos para o trabalho. Para a semana que vem, outros 33 estão em fase de conclusão do processo para atuar nas sete linhas. E em breve as empresas devem abrir contratação para as outras 185 vagas.

Balestra acredita que hoje o usuário já sentirá diferença no transporte, mas que as avaliações consideráveis poderão ser feitas a partir do dia 31, que é quando mais da metade dos ônibus estarão rodando. Ele acrescenta que, para 2015, a expectativa é que outras mil viagens sejam acrescidas no itinerário da região metropolitana, chegando, assim, a um atendimento mais adequado com a quantidade de passageiros. “A qualidade do serviço é importante e, para isso, contamos com a colaboração do usuário, com denúncias e informações sobre falhas.”

Denúncias

As denúncias podem ser feitas na Ouvidoria da CMTC pelos telefones 0800 646 1851 e 3524-1851. O cidadão também pode solicitar atendimento especial e novas linhas pela Assessoria de Informação 3524- 5072. Segundo Balestra, em breve o programa De Olho no Busão deve passar a funcionar. Com ele, informações sobre as linhas e horários atualizados de circulação dos ônibus estarão disponíveis à população nos terminais, na internet e nos aplicativos para celulares e tablets.

A CDTC também planeja oferecer outros serviços pela internet. Entre eles, aplicativos on-line que vão permitir a busca de itens perdidos durante as viagens e acompanhamento do trânsito e da operação em tempo real. Os serviços estão em fase final de estudo e devem ser divulgados até o final de maio. A Central de Controle Operacional deve ter funcionamento anunciado na próxima semana. Com esse serviço, a CMTC poderá acompanhar, em tempo real, cada ônibus e os problemas enfrentados pelos veículos. Assim, a resposta pode ser imediata.

Fonte: Jornal O Hoje