1 de abril de 2014

Nova Academia da Polícia Civil poderá receber 1,7 Mil Alunos por dia


Obra está sendo construída numa área de cerca de 23 mil metros quadrados no Jardim Santo Antônio, em Goiânia, com investimento de R$ 7 milhões na edificação e mais de R$ 2 milhões em reaparelhamento e mobiliário – recursos vindos de convênios com o Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp); prédio será um dos mais modernos centros de ensino/treinamento da América Latina e tem capacidade para receber mais de 1,7 mil alunos por dia.

O Governo de Goiás entrega neste ano a nova sede da Academia da Polícia Civil. A previsão é que no segundo semestre ela esteja em pleno funcionamento. Hoje os cursos são ministrados em um prédio alugado no Setor Oeste, em Goiânia. A transferência da parte administrativa e salas de aula começa ainda neste semestre.

A obra está sendo construída em uma área de cerca de 23 mil metros quadrados no Jardim Santo Antônio, em Goiânia, com investimento de R$ 7 milhões na edificação e mais de R$ 2 milhões em reaparelhamento e mobiliário – recursos vindos de convênios com o Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp). O prédio será um dos mais modernos centros de ensino/treinamento da América Latina e tem capacidade para receber mais de 1,7 mil alunos por dia.

A Academia divide-se em dois espaços principais. O primeiro deles concentrará a administração da escola, 15 salas de aula, academia de ginástica, laboratório de informática com capacidade para 100 alunos, sala de audiovisual, auditório, restaurante, museu de armas e drogas, amplo estacionamento, além de alojamento com 40 apartamentos suíte (com espaço para duas ou três camas) sendo 20 masculinos e 20 femininos. O outro espaço, ao fundo desse primeiro prédio, concentra o Núcleo de Treinamento Operacional. Nele haverá um estande de tiro convencional, um estande de tiro virtual, torre de rapel, piscina, campo de futebol, delegacia modelo, galpões específicos – treinamento de armamento, abordagem e imobilização, e salas de aulas especiais (para a simulação de boates, bares, hotel e favela).

O adjunto da Academia da Polícia Civil, delegado Anderson Pimentel Penha, destaca entre os benefícios dessa nova unidade ser um prédio próprio e a possibilidade de implementação de uma nova metodologia de ensino na parte teórica e operacional. “A Academia da Polícia Civil do Estado de Goiás não será apenas uma das melhores das Américas, mas será – a título de instalação – uma das melhores do mundo”, pontua. Hoje a Academia atende cerca de 3 mil alunos por ano, público interno e externo – por meio de convênios com a Polícia Militar e Procuradorias.

Visita

Na última sexta-feira, dia 28, uma turma de delegados que passa por treinamento na Academia da Polícia Civil foi conhecer a nova sede. O delegado Kléber Leandro Toledo Rodrigues, que atua no Grupo de Investigação de Homicídios de Aparecida de Goiânia, avalia positivamente a obra. “A formação do policial até o seu aperfeiçoamento é muito importante para que a gente possa desenvolver nossas atividades. A gente está dia a dia na rua exercendo as nossas funções e vira e mexe a gente se depara com situações que depende do treinamento. Então a gente ter um prédio adequado com instrutores treinados e  preparados para ministrar esse curso é muito importante para o nosso aperfeiçoamento”, argumenta.

Fonte: Goiás 247